O tempo que não temos.

Campeonato Mineiro 2013 – 1ª Rodada – Araxá 2 x 1 América

Não precisava ser assim…

Apesar das entrevistas pré-jogo em que o novo comandante já dizia esperar um jogo “atípico”, o que tivemos o desprazer de ver sábado em campo está longe de se enquadrar na descrição.

E nos pedem tempo para o time se acertar. Tempo.

Que não tenhamos alcançado ainda o ideal planejado por Vinícius Eutrópio eu consigo entender.

Consigo aceitar também que o tempo de preparação na pré-temporada não foi suficiente.

Reconheço facilmente a garra empenhada pelo Araxá dentro de seus domínios, frente a 5.000 torcedores (um dia a gente chega lá…), no retorno à elite do Campeonato Mineiro.

Calor, chuva, qualidade do gramado, felizmente, até onde li e ouvi, não foram usados como desculpas desta vez.

Ainda assim, nada justifica a apresentação pífia em Araxá. Cadê a satisfação com os treinamentos anunciados dias antes da estreia? Cadê o time forte e compatitivo que vai lutar pela conquista do título? Era isso aí?

Perder é sempre ruim, mas a derrota não é o problema. Perder jogando bem, ô sina, a gente engole. A seco, arranhando a garganta, mas engole. Entrar em campo apaticamente para envergonhar a camisa americana, não dá.

Neneca e Leandro Ferreira precisam reconquistar a confiança da torcida, pra dizer o mínimo. Vinícius Simon, desde que chegou, ainda não mostrou a que veio. Como também não mostrou Geovanni.

É cedo para falar de qualquer contratação, mas Doriva deixou boa impressão. Me transmitiu muita vontade em campo. Gosto disso.

Rodriguinho precisa de um companheiro na criação. Não dá pra carregar o piano sozinho.

Fábio Jr. pede tempo para que o time se acerte e ganhe corpo. Eutrópio, com alguma razão, lembra que é apenas o primeiro jogo do ano. Com o tempo as coisas se acertariam.

Mas é um tempo que não temos. O Campeonato Mineiro é um tiro curto. São apenas 11 rodadas e as finais. Não há muito tempo pra reação tardia. Assim sendo, que tal trabalharmos durante o Carnaval? Eu sei, é chato, ninguém gosta… Mas teremos tempo para descansar depois. Haverá um intervalo de 15 dias em junho, após o início da Série B, para a Copa das Confederações. Daí a gente descansa lá. Pode ser?

@CoelhaoNews

Fico muito feliz em ver a comunicação do América amadurecer pouco a pouco e a ampliar sua presença em canais que hoje são obrigatórios para qualquer instituição, como Facebook, YouTube, Twitter, e mesmo um site mais completo, como o atual, embora falte certo refino e cuidado maior com todos eles. Parabéns.

Contudo, aparecer minutos após o final da partida para tweetar que “deixamos escapar a vitória”, é menosprezar a inteligência da torcida americana.

O silêncio, no momento certo, tem muito valor.

Autor do post:
Henrique Pinheiro

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Flávio Drummond

    Time sem alma!
    Uma vergonha a derrota para o recém promovido Araxá.
    O América entrou em campo?
    Nenhuma jogada ensaiada, ou melhor, apenas uma, o “eficiente” escanteio com dois cobradores.
    DOIS CHUTES A GOL! DOIS!
    2012 foi embora, mas o péssimo futebol permanece.
    Haja coração!