Respeitosamente sem respeito

Tem uma coisa que muito me irrita no futebol brasileiro. É a história do respeitar adversário.

Não falo de respeito no sentido de insultos e provocações, falo no sentido que os jogadores e técnicos colocar ao falar do próximo adversário. Quando dizem isso, automaticamente vem na minha cabeça, o time vai jogar retrancado, vai fazer um gol e vai se retrancar mais ainda. Isso não é respeitar o adversário.

O Manchester não se fechou quando enfrentou o Arsenal. Jogou como se ainda estivesse zero a zero e aos pouco os gols foram saindo. Em nenhum momento houve menosprezo, apenas profisisonalismo

Respeito dentro de campo é como acontece na Europa. O Manchester United joga os 90 minutos contra o Leeds, por exemplo, da mesma forma que joga 90 minutos contra o Arsenal ou o Liverpool. Se o time faz um, ele não está nem aí se é pouco ou muito, só continua jogando da mesma forma. Se faz 4, não começa a fazer firula, continua jogando com a mesma responsabilidade. E não é só contra times “pequenos”, contra os grandes também. Jogando assim que o mesmo Unites fez 8 contra o Arsenal ano passado. Futebol objetivo, sem firula ou retranca após vantagem no placar.

Mas o que isso tem haver com o Galo?

TUDO!

Eles vão estrear o Loco Abreu. O que isso muda pra um time que quer ser campeão? Na atitude, nada. Tem de ganhar do mesmo jeito.

Estou vendo muita gente dizendo que o Galo vai passar dificuldades contra o Figueirense lá no Sul. Se for, azar! É questão do jogo. Não é por causa disso que o time vai mudar a forma de jogar, nem se preocupar excessivamente com o rival. Eles é quem tem de nos dar esse respeito e se sentirem intimidados.

Nós temos de jogar como se todo jogo fosse em BH, como se todo jogo fosse uma final e como se precisasse vencer por 20 gols de diferença. Atropelar mesmo!

É uma questão de profissionalismo.

Assim que é um time campeão!

Contra o Portuguesa na última rodada, achei o time muito sonolento. Talvez por que o jogo estivesse muito fácil. Como eu disse, um time campeão não pode pensar assim. Se o jogo tá fácil porque desacelerar? Que faça mais gols então, seja 1, 2 ou 20! Que atropelem o adversário!

Seja contra Barcelona, Real Madrid, Bayern, Manchester, Chelsea ou contra Figueirense, Portuguesa, Cruzeiro, América, Tupi, Villa, etc… um time que quer ser campeão joga pra se impor e faz com o adversário o tema. Isso é ter respeito!

Autor do post:
O Atleticano

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post