88 anos no grito da galera

Saudações atleticanas!!!

Hoje, aniversário do nosso Furacão, tenho o prazer de, além de retomarmos as atividades do blog, também apresentar nosso novo integrante, Eduardo Betinardi ou simplesmente Edu.

Edu é jornalista e assessor de imprensa em uma das mais renomadas agencias de comunicação do país. Colaborou durante muitos anos com o site Furacao.com. Mas, acima de tudo, é um atleticano dos mais doentes que já conheci e por isso está integrando nossa equipe.

Abaixo vocês poderão conferir o primeiro post do garoto! Seja muito bem vindo, Edu!

Edu com 3 anos e já com o manto sagrado

No dia 26 de março de 1924, um grupo de ilustres curitibanos apaixonados por futebol resolveu tirar um sonho do papel e fundou o maior time do Estado do Paraná: o Clube Atlético Paranaense. Aqueles senhores, muito respeitados na cidade, não sabiam, mas tinham acabado de criar a melhor definição para o termo “amor incondicional”.

Em 88 anos de história, o rubro-negro do Água Verde se transformou em Furacão; viu o nascimento de grandes ídolos; fortaleceu seu patrimônio; conquistou títulos estaduais e nacionais; e construiu aquilo que fez dele um clube incomparável: uma torcida enlouquecida e que defende seu escudo amado em todas as horas.

Falar do Clube Atlético Paranaense sem falar de sua apaixonada torcida é a mesma coisa do que falarmos de futebol sem citar o Brasil. Em momentos tristes de sua história, o Furacão foi apoiado e levantado pelos seus fanáticos seguidores. Nos momentos de alegria, com o título Brasileiro de 2001, a maior conquista do Atlético nessas quase nove décadas de existência, a torcida rubro-negra pintou o Estado do Paraná de vermelho e preto, enchendo de orgulho os torcedores que não escolhem o time da moda para torcer, mas sim aquele que faz o coração bater em um ritmo frenético e cheio de vida.

Nesta segunda-feira, dia 26 de março de 2012, deixo o meu parabéns para toda a nação atleticana, a mais vibrante deste país, e grito MUITO OBRIGADO, ATLÉTICO! É com muito prazer que eu faço parte da sua história, cantando e te acompanhando onde você estiver, pois a camisa rubro-negra só se veste por amor e por este amor eu faço tudo!

Abaixo o vídeo do jogo mais emocionante da minha vida. Atlético 3 x 2 Fluminense, semifinal do Campeonato Brasileiro de 2001. Nessa partida, o Furacão ganhou o folêgo que precisava para embalar para a final e encarar o São Caetano como favorito ao título, mesmo disputando a segunda partida decisiva no Estado de São Paulo.

Atlético x Fluminense pelo Campeonato Brasileiro de 2001

Autor do post:
Bruno Filgueiras

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

2 Comentários