Além de Souza, poderemos ter Hélder na batalha contra o Grêmio

Tricolores, a surpreendente recuperação de Hélder, que deve jogar no sábado contra o Grêmio, nos enche de esperança para que o Bahia volte a mostrar o bom futebol que jogou no início do segundo turno e consiga reencontrar o caminho dos triunfos. Esse jogador, que sempre apresentou altos e baixos desde que aqui chegou (em 2010), passou a apresentar, depois da contratação do técnico Jorginho,  um futebol de marcação forte e excelente saída de bola, constituindo-se no grande armador do time. Até gols ele vinha marcando, mas lamentavelmente uma contusão o afastou da equipe titular, e esse foi o principal motivo da queda abrupta de rendimento, com o time passando a mostrar um futebol feio e improdutivo, sem criar praticamente nada durante os jogos e tendo uma defensa vacilante. A volta de Hélder significa mais segurança defensiva e muita criatividade no ataque.

Além do retorno de Hélder, que é praticamente certo, teremos também, contra o Grêmio, a volta de Souza, após  várias rodadas ausentes. Claro que, pelo tempo que ficou parado, provavelmente ele vai sentir ritmo de jogo, mas é melhor ter Souza meia-boca do que ter, em 100%, Rafael Gladiador, Ciro, ou qualquer outro no ataque. O Caveirão é brocador, uma referência dentro da área, além de saber jogar muito fora dela, dando assistências aos companheiros. Ou seja, é um grande reforço ofensivo.

A volta de Hélder e Souza, e até mesmo o retorno de Jones Carioca, que teve boa performance no início deste turno; a redução do preço do ingresso, o que aumenta a possibilidade de um público maior; tudo isso nos faz acreditar que podemos sair de Pituaçu sábado com um grande triunfo, que pode, com a combinação de resultados, voltar a nos dar uma folga na tabela, e, a partir daí, seguimos um rumo sem volta para a permanência na Série ª Com fé em DEUS!!!!

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário