Até quando vamos improvisar as laterais???

Fabinho e Hélder vêm quebrando o galho, jogando improvisados

Tricolores, um dos nossos pontos fracos no jogo de sábado contra o Botafogo foram as laterais, por onde o time carioca criou quase todas suas jogadas. Os improvisados Fabinho e Hélder ficaram a ver navios, sendo sempre envolvidos pelos adversários. É inadmissível um time disputar um campeonato dificílimo como este Brasileirão utilizando jogadores improvisados por tanto tempo. Não quero aqui culpar os dois, de forma alguma. Eles estão quebrando o galho e até não vinham comprometendo, mas, quando se faz uma função da qual não se é de origem, vai ter um dia que vai entrar água, e isso acabou acontecendo no sábado. O pior é que a cobertura dos volantes  não existiu e a coisa ficou degringolada.

Desde o início do ano que o Bahia não vem acertando com laterais. Na direita, começamos com Boiadeiro, que foi um fracasso. Coelho tem qualidade, mas só vive machucado e, quando entra no time, fica sempre devendo em relação à parte física; não aguenta jogar 90 minutos. Aliás, ninguém entendeu por que esse jogador teve o contrato renovado. Ele deveria ter sido mandado embora, pois praticamente nem jogou no time, sempre às voltas com contusões. Depois que renovou o vínculo, voltou a se machucar e não deve voltar mais este ano. Como é um jogador cujo salário é alto, o time toma prejuízo. Mádson começou titubeando, e, quando estava começando a se firmar, contundiu-se também e nunca mais retornou. Estamos improvisando Fabinho. Se tivéssemos mandado Coelho embora, com certeza o clube contrataria outro.

Na esquerda, começamos com o fraquíssimo William Mateus, que não conseguiu se firmar, e depois contratamos o tal Gerley. Ô jogadorzinho fraco!!!!!  A grande esperança era o retorno de Ávine, mas, nas partidas em que ele entrou até agora, foi uma grande decepção, muito lento e improdutivo, nem de longe lembrando aquele jogador impetuoso que ia na linha de funo, cruzava bem, dava assistências aos colegas e até marcava gols. Ele voltou tão mal, que a comissão técnica preferiu tirá-lo do time para que fizesse um trabalho de recuperação física que possibilitasse uma melhora na parte técnica. O jeito foi improvisar Hélder, que nem tanta velocidade, mas vem fazendo o que pode na função.

A situação nas nossas laterais indica que precisamos reforçar os dois lados porque estamos disputando um campeonato longo, tem a questão das contusões, cartões etc. e não podemos mais ficar improvisando atletas, o que prejudica eles próprios e o time em si. Trocando em miúdos: temos que mandar Coelho e Gerley vazarem, recuperar logo Ávine e Mádson e fazermos contratações de bom nível para compor o elenco. Isso precisa ser feito com urgência, pois, com o final dessa 8ª rodada, voltamos a ficar na zona de rebaixamento e isso não é nada bom.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post