Brinner e Thuram não animam

O zagueiro Brinner e o atacante Thuram

Tricolores, as primeiras contratações do Bahia para 2013, o zagueiro Brinner e o atacante Thuran, não nos deixa nem um pouco animados, pois o primeiro, que fez algum sucesso disputando uma Série B pelo Paraná, nunca conseguiu se firmar no Botafogo-RJ, time do qual veio, e o segundo foi liberado pelo Atlético-PR depois de disputar a Série C pelas Chapecoense, onde foi reserva do ex-tricolor Rodrigo Grahl. Ou seja, a esperança de que que vinguém no Bahia é muito pequena, embora não se possa fazer uma avaliação mais precisa sem vê-los jogar. O que pode dar um pouco de animação é que esses jogadores chegam com o aval do técnico Jorginho, que afirmou que eles têm potencial.

Se o zagueiro foi até ídolo no Paraná, o atacante, que é baiano de Cayru, nem chegou a jogar pelo Furacão. O pior é que o zagueiro havia dado uma entrevista a um jornal carioca dizendo que viria pra cá para recuperar a formae retornar ao Botafogo. Ou seja, nem chegou e já falou merda, dando a entender que está aqui de passagem. Tomara que ele mostre futebol desde o início, senão vai se queimar de vez com a torcida. Em relação a Thuram, imagino que não seja possível que ele seja pior que Jones Carioca e Elias, que atuaram por aqui no ano passado. Mas, deixando polêmicas e avaliação precipitadas de lado, vamos torcer para que esses dois jogadores surpreeendam positivamente, mostrem um bom futebol e possam nos ajudar.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post