Duas ótimas notícias

Ávine quer voltar a ouvir a torcida gritar o nome dele

Tricolores, duas ótimas noticias para nosso Bahia no dia de ontem: a primeira é que o que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não acatou o pedido de anulação da partida  Internacional 2×1 Palmeiras, solicitado pelo time paulista e , que estava sub judice por causa daquele famigerado gol de Barcos com a mão, que foi validado e depois anulado pela arbitragem. Apesar de, no julgamento, a participação do Bahia e do Sport (clubes também interessados) ter sido descartada pelo tribunal, o pessoal que julgou resolveu por unanimidade (9×0) dar ganho de causa ao Inter. Seria um absurdo se a decisão fosse contrária porque, quer queira ou quer não, o gol foi ilegal e anulado pela arbitragem, embora antes tenha sido validado. Outra coisa: a árbitro auxiliar que fica atrás do gol foi quem passou a informação, apesar da confusão que se estabeleceu. Mesmo que não tenha sido ele, o absurdo maior seria legalizar o antijogo praticado pelo atacante do Verdão, que usou a mão para fazer o gol. Ele deveria ser severamente punido, mesmo com o juiz tendo mencionado que não viu quem deslocou a bola. As imagens estão a pra quê????? O árbitro do jogo deveria também ser severamente punido pela lambança que provocou, gerando toda essa confusão.
Essa decisão do STJD nos dar uma certa tranquilidade para irmos em busca dos pontos necessários para nos livrar do rebaixamento, sem ficar preocupado com o resultado de uma possível nova partida Inter x Palmeiras. Agora é fazer a nossa parte, continuar lutando muito, para obtermos novos resultados positivo e nos livrarmos de vez do perigo de ser rebaixado pelo Série B.

A outra notícia boa é o retorno do lateral Ávine aos campos de treinamento, ele que praticamente estava desenganado pelos médicos, que chegaram a pensar que o “Menino Maluquinho” não jogaria mais futebol devido à contusão no joelho. Graças a DEUS, um especialista de São Paulo garantiu que ele voltaria a jogar e que seu tratamento e recuperação vêm sendo muito bem feitos pela equipe médica do Bahia. O cuidado que todos precisamos ter em relação a Ávine é fazer ele voltar a jogar apenas quando estiver totalmente recuperado, evitando precipitações. Ele mesmo afirmou que muitas vezes entrou em campo sentindo dores, o que comprometeu seu rendimento e acabou agravando o problema.

Ávine veio da nossa divisão de base para o profissional em 2006, disputou a Série C apresentando um futebol de altos e baixos. Depois de perder a posição, ser emprestado ao Santo André, o Menino Maluquinho retornou em 2010 e foi um dos jogadores mais importantes no nosso acesso à Série A, dando várias assistências e fazendo gols. Vamos todos torcer para que realmente ele se recupere totalmente e possa nos ajudar mas competições quem iremos disputar, pois potencial, garra, determinação e amor à camisa do Bahia Ávine tem demais.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post