Empate frustrante

Gabriel abriu o escore para o Bahia no primeiro tempo, mas, devido a contusão, foi substituído no intervalo

Tricolores, a rodada poderia ter sido perfeita, afinal nossos concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento no Brasileirão (Sport  e Palmeiras)  perderam seus jogos e um triunfo nosso nos deixaria com seis e sete pontos a mais que cada um deles. Mas ficamos num empate altamente frustrante contra o Grêmio, num jogo em que fomos bem, poderíamos ter vencido, abrimos o escore, mas uma pixotada de Danny Morais e dois gols perdidos por Souza impediram que saíssemos de Pituaçu com os três pontos. A torcida, aproveitando a redução do preço do ingresso, lotou o estádio, cantou, empurrou o time o tempo todo e merecia ter saído com o triunfo. Mas a luta continua.

 

Como não poderia deixar de ser, o jogo foi duríssimo e muito disputado. O início do Bahia foi excelente, lembrando os grande jogos que tivemos nesse turno.Defesa segura, muita marcação no meio, e o setor ofensivo, bem abastecido por Hélder e com a presença de Souza, sufocava o time do Grêmio, que raramente passava do meio campo. O problema é que a defesa do time gaúcho estava firme e nossas inúmeras investidas eram interceptadas.

 

Numa bola cruzada na área, Titi tocou pra Souza de cabeça, e ele, livre, cabeceou pra fora, perdendo um gol incrível. Numa partida disputada como essa não se pode perder um gol desses. Só dava Bahia, num bate rebate na área, a bola sobrou para Diones, que colocou no canto, e o goleiro Marcelo Grohe fez uma defesa dificílima. Numa cobrança de escanteio ensaiada, Neto rolou rasteiro para Gabriel, que chutou, mas o goleiro gaúcho pegou.

 

O Grêmio chegava pouco. Aoas 33 minutos o lateral Anderson Pico chutou de longe, fraco, e Marcelo Lomba pegou facilmente. O Bahia era superior e já merecia o gol. Ele veio aos 41 minutos, numa bola cruzada por Jussandro, que a zaga rebateu, a sobra ficou para Jones Carioca, ele chutou cruzado e Gabriel completou para as redes. Festa em Pituaçu. Porém, a comemoração só durou três minutos. Numa bola pelo meio, Danny Morais esticou a perna, cortou mas passou errado. Elano pegou a sobra e chutou, Lomba defendeu parcialmente e Kléber completou para o gol. Um verdadeiro balde de água fria em todos nós. Uma injustiça, mas futebol tem dessas coisas. Quem mandou Souza perder aquele gol?? Danny Morais, também, tem falhado com muita freqüência e ontem não foi diferente!!!!
No segundo tempo o Bahia voltou sem Gabriel, contundido, que deu o lugar a Jéferson. No nosso primeiro ataque, Jéferson fez um ótimo cruzamento, Souza, livre de novo, cabeceou fraco, perdendo outra chance clara. Ô, Caveirão!!!!!!  A resposta gremista foi um chutaço do meio da praça, numa cobrança de falta de Léo Gago. Lomba fez defesaça. O time dos Pampas passou a ter mais volume de jogo e a partida ficou perigosa.

 

Numa bola esticada, Titi não cortou e o atacante Leandro entrou livre, mas, ao tentar driblar, foi desarmado por Lucas Fonseca, que entrara no lugar de Danny Moarais, contundido. Num escanteio cobrado por neto, Fabinho, que fez ótima partida, desviou e a bola foi pra fora. Nos minutos finais, o Bahia passou a agredir mais e, numa bola lançada para Elias, ele chutou forte e cruzado, mas o goleiro fez grande defesa. Depois de outro ataque gremista em que o atcante entrou livre e foi desarmado, Elias novamente recebeu uma bola de Souza, entrou na área e, em vez de chutar, tentou o drible e perdeu a oportunidade de nos dar o triunfo.

 

Mesmo não conseguindo os três pontos, a atuação do Bahia, com a presença de Hélder e Souza, nos enche de esperança para os próximos jogos, pois, depois de muito tempo, voltamos a jogar bem, mostrando, apesar de algumas falhas, melhora defensiva e ofensiva. Vamos ter fé e partir para vencer esses dois jogos seguidos que teremos fora de Salvador (contra a Portuguesa e Cruzeiro), pois, se jogarmos com a raça, vontade e qualidade que jogamos ontem, temos tudo pra vencer, desde que tenhamos cuidada o para não cometer as flhas que cometemos nesta partida.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post