Está na hora de Falcão vazar

Mesmo cobrando da pessoa errada, nossa torcida protestou contra a arbitragem

Tricolores, Falcão foi o grande responsável pela derrota do Bahia por 2 a 1 ontem contra o Flamengo em Pituaçu por ter colocado Jones Carioca no intervalo, no lugar de Fahel, quando o jogo estava um a um e o Flamengo com menos um. Eu até admito que ele teria que colocar um atacante no lugar de um dos volantes, mas quem deveria entrar era Vânder, um jogador tão veloz quanto Jones Carioca, mas cuja qualidade técnica é infinitamente superior. O resultado foi que Jones recebeu inúmeras bolas no segundo tempo e desperdiçou vários ataques, sempre tentando um drible a mais ou errando os passes. Que padrinho forte esse jogador tem no Bahia!!!!  Para completar, o Flamengo, que estava completamente acuado, encaixou um contra-ataque na doida e o juizão enxergou pênalti de Fabinho em Íbson, que acabou sendo convertido por Renato, decretando 2 a 1, num jogo em que perdemos várias chances de gol.

O sistema de jogo implantado por ele no primeiro tempo, com cinco jogadores no meio deu até certo. O time marcou bem o Flamengo e saía rápido para os ataques. Faltava aquele lance mais incisivo que redundasse em gol. Mancini estava muito lento, mas Kléberson, com muita movimentação, enlouqueceu a defensiva do Flamengo. O Bahia martelava, mas não criava chances. Teve apenas um bom chute de Gabriel que o goleiro pegou.  O Flamengo pouco ia à frente. Mas abriu o escore num cruzamento mal rebatido por Titi, que sobrou para Ernane bater forte para o fundo das redes. O Bahia chegou ao empate logo depois, num lançamento de Hélder para Gabriel que cruzou para Kléberson completar. Na sequência o time carioca teve um jogador expulso.

No segundo tempo, mesmo com Jones Carioca desperdiçando várias jogadas, o Bahia encurralou o Flamengo, sendo que desta vez criando várias oportunidades. Fabinho deu um chute perigosíssimo que passou perto. Kléberson também ariscou de longe e o goleiro pegou com dificuldade. O Bahia comandava as ações e dava a nítida impressão de que marcaria a qualquer momento. O Flamengo foi sufocado, não criava nada.

Num bom lançamento de Mancini, a bola sobrou para Souza, que foi desarmado na hora h.  Numa cobrança de escanteio, Danny Morais cabeceou forte e o goleiro pegou. O arqueiro rubro-negro fez outra grande defesa num chute de Mancini no alto. Só dava Bahia, mas a bola não queria entrar. Na única jogada que Jones conseguiu evoluir, ele rolou para Mancini bater forte de dentro da área para mais um vez o goleiro fazer uma defesaça. A pressão aumentava e Kléberson quase faz outro, chutando mascado de dentro da área, que um zagueiro desviou de cabeça, com o goleiro batido.

Como no futebol quem não faz leva. Num contra-ataque despretensioso teve o lance do pênalti, que o Flamengo acabou fazendo dois a 1. Depois daí, o Bahia continuou em cima. Teve chance com Titi de cabeça. Mancini também deu um bom chute de longe que passou rente à trave e, no final, ainda teve um gol anulado corretamente marcado por Vander, que tinha entrado  no lugar de Diones.

O resultado foi extremamente injusto. O Flamengo criou duas chances e fez dois gols, nós criamos várias e só fizemos um. Está na hora de dar uma sacudida geral no time e, para isso, o ideal seria a troca de treinador. Falcão já deu o que tinha que dar. Um técnico novo daria oportunidade a jogadores como Vânder, o zagueiro Lucas Fonseca etc.

Não podemos deixar de agradecer ao treinador Falcão pela conquista do título baiano deste ano, coisa que não conseguíamos há muito tempo. Mesmo levando-se em consideração que, no Baianão, o único time de primeira divisão é o Bahia, os outros são de segunda, de quarta divisão ou sem série, ele merece os parabéns, apesar de, nos jogos finais, tenhamos conseguido dois empates  com muito sufoco. O campeonato regional passou e estamos em pleno Brasileirão, com o nosso time tendo um péssimo desempenho e nosso treinador insistindo com jogadores como Jones e Danny Morais. Não temos sistema de jogo estável. Para piorar a situação, até quando jogamos bem não estamos conseguindo o resultado positivo, como contra o Inter e hoje contra o Flamengo. Portanto, está na hora de agradecer por tudo a Falcão e mandar ele vazar.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

4 Comentários

  • Neto B@ea

    Quanta incoerência em um mesmo texto. Por um lado você, Kleber, diz que o Bahia jogou bem, encurralou o Flamengo, por outro, o time é ruim e não tem padrão de jogo. Realmente, seu comentário mais parece daqueles torcedores que está acostumado a ouvir o jogo pelo rádio. O técnico talvez tenha culpa em uma ou outra modificação, mas daí você justificar a saída do mesmo porque colocou jones ao invés de Vander ( que não fez nada além de um gol impedido) é um pouco demais. Já que você prefere algo novo para dar motovação, porque não sugere 2 novos laterais? Porque você não exige mais bons zagueiros? Seu texto mostra o quanto passional, imediatista e incoerente você é. Deve ser daqueles torcedores que quando jones pega na bola, vaia. Aumentando o coro do torcedor adversário. A vaia deve acpntecer mais depois do jogo apenas para mao desestabilzar o time. Só mais um detalhe, antes que diga que não sou torcedor, vou a todos os jogos.

    • Kleber Leal

      Amigo, respeito sua opinião, mas defendo as minhas. Nesse jogo, realmente, o Bahia encurralou o Flamengo, mas quando eu digo que o time não tem padrão é pelo conjunto da obra, analisando todos os jogos. Frequento estádio assiduamente desde 1973, não sou “amigos ouvintes” como você insinuou. Quero a saída de Falcão porque o time não tem padrão de jogo, ele insiste com jogadores sem condições, como JONES, e porque há muito tempo que o Bahia não apresenta um futebol de qualidade em vários jogos seguidos por exemplo. Sem contar que não tem coragem de usar garotos da base. Não me venha com essa de queimar ninguémmporque não cola. O próprio Flamengo e o Santos tem usado os garotos, mas Falcão nao tem coragem. Por outro lado, Você há de convir que, mesmo no Baianão, na fase final, o time jogou muito pouco e quase perdia o título apesar de ter as vantagens que conseguiu ao longo da competição. Se vc prefere Jones a Vânder, eu também respeito, mas NÃO CONCORDO. Se vc observou bem o texto, poderia ter percebido que eu cito que a zaga precisa melhorar,. Titi, embora falhasse contra o Fla, é um bom zagueiro, que tem sido prejudicado por causa do estabanado do Danny Moaris. Lucas Fonseca jogou contra o Figueirense e muito bem. Poderia formar uma boa dupla com Titi. Em relação ás laterais, eu concordo que temos que resolver esse problemas. Mas, da mesma forma, acho que Vânder deveria ter as nmesmas chances que o fraquíssimo Jones, que vc parece gostar. Quanto às vaias, amigo, não sou desses que faz isso durante o jogo, muito pelo contrário, fico até reclamando da galera. Sem mais, agradeço sua participação, porque sei que todos nós, concordando ou não de nossa opiniões, queremos o melhor do para nosso BAHIA. Abarção
      o

    • mizael

      Gente, concordo com vcs, mas tenho certeza que o Falcão vai mudar tudo isso, não estou contente com a zona de rebaixamento.: Apenas vejo que ele quer o elenco completo,. Vejam o que disse Titi o técnico do coringão, “queremos todos prontos para responder não momento que for solicitado”. E ele vai vê quem está rendendo ou não, sei que não temos mais tempo não podemos perder em casa, não podemos ser saco de pancada.
      Quero apenas esse voto de confiança, pois veremos em breve ainda neste ano esse técnico que já estão querendo sua cabeça, nos trará muitas alegrias….

      • Mayre

        ‎” Já se poderia estar acostumado a isso, porque o Bahia teve alguns anos nessa dificuldade. Não deveria ser novidade para ninguém. Novidade é para mim, porque essa zona não me satisfaz.” PALAVRAS DO TREINADOR…KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK http://m.globoesporte.globo.com/futebol/times/bahia/noticia/2012/07/nao-deveria-ser-novidade-diz-falcao-sobre-ameaca-de-rebaixamento.html