Jorginho fica e amanhã pega o Figueirense em Pituaçu

Elias tem tudo para suprir a falta de Souza

Tricolores, passado o susto da possível saída de Jorginho para o Palmeiras, com o nosso treinador preferindo ficar, já que a diretoria do Bahia não o liberou, vamos pensar agora na sequência do Brasileirão e no difícil jogo de amanhã,  em Pituaçu, contra o perigoso Figueirense. Está havendo muita preocupação com a ausência de Souza, que não jogará por estar suspenso, e essa celeuma é até admissível, pois, das vezes em que o Caveirão não jogou, nosso time perdeu a referência na frente, perdeu aquelas jogadas de pivô, perdeu seu grande matador, com nosso sistema ofensivo ficando completamente inoperante. Isso aconteceu em vários jogos, é a pura verdade. Porém, o poderio ofensivo do Bahia nesses jogos era muito baixo, pois, além de os meias não chegarem com qualidade, os laterais eram improvisados e, por isso, praticamente não atacavam. O time não tinha apoio. Agora a coisa é diferente, o Bahia tem atacado com os volantes, laterais, meias e atacantes, por isso tenho certeza que a falta de Souza será suprida.

A grande atuação de Elias no jogo de quarta-feira contra o Sport o credencia a substituir Souza, mesmo o jogador tendo caraterísticas diferentes do nosso grande matador. Elias não é homem de área, ele ataca mais pelas beiradas. Com ele, o time ficará mais leve e poderá compensar tranquilamente a falta do homem-referência entre os zagueiros com a presença de mais um atacante de velocidade. Com Zé Roberto no meio e Elias e Jones Carioca no ataque, nosso time ficaria bem ágil e poderia atuar num estilo um pouco diferente, mas tão eficiente quanto o que vem jogando. Desde que Elias chegou ao Bahia, ele vem desempenhando um bom papel, tendo inclusive marcado um gol na estreia, contra o Sport. Depois de algumas partidas, entrando no decorrer das jogos, Elias se machucou, precisou fazer uma cirurgia e agora está voltando com força total, completamente adaptado ao nosso tricolor e com muita vontade de nos ajudar. Na quarta-feira, ele mandou uma bola na trave, deu o passe para o gol de Hélder e botou Souza na cara do gol. Tenho plenas convicções de que ele jogará um partidaço amanhã e vai compensar sem problemas a falta de Souza.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário