Não jogamos bem e o juizão ainda atrapalhou o baba

Fahel, de cabeça, fez o gol de empate do Bahia ontem em Natal

Tricolores, apresentando um autêntico futebol burocrático, um verdadeiro  “arame liso”, que cerca, cerca e não come ninguém, o Bahia ficou no empate contra o ABC em 1 a 1, ontem em Natal, no Estádio Frasqueirão,  local onde, em cinco jogos, havíamos perdido todas. Mesmo sem jogar bem, até que poderíamos ter vencido, mas o juiz  Antônio Dib de Sousa (PI) no primeiro tempo marcou um pênalti inexistente, que resultou no gol do ABC, e ainda deixou de marcar um a favor do Bahia, quando Fahel foi derrubado dentro da área. É verdade que no segundo tempo também teve uma penalidade não marcada para eles, quando Neto cutucou um atacante dentro da área. Mas, no cômputo geral, a arbitragem acabou nos prejudicando. Apesar do empate, nós continuamos na liderança do nosso grupo no Nordestão.

O Bahia apresentou um volume de jogo maior no primeiro tempo, mas só atacava melhor pelo lado direito, com o apoio de Neto e Diones, pois Jussandro, no lado esquerdo, não se apresentava pro jogo. Nosso time tocava, tocava, mas não tinha aquele lance mais incisivo que pudesse resultar em gol, pois os homenss de meio, com exceção de Talisca, apresentavam lentidão, e Magno estava perdido no ataque, deixando Souza isolado. Já o ABC explorava os contra-ataques e num deles quase chega ao gol, quando Canga, dentro da área, chutou fraco para defesa de Marcelo Lomba. O Bahia respondeu com Souza, que entrou driblando dentro da área mas foi desarmado na hora H. Tivemos também um bom chute de Diones de dentro da área, que o goleiro pegou. O time potiguar procurava descer em velocidade, explorando nosso lado esquerdo, com Jussandro fazendo uma péssima partida, sendo envolvido com facilidade pelo lateral Renato. Num dos contra-ataques do time de Natal, o próprio Renato cavou um pênalti, num lance em que se jogou, fora da área, sem que Titi sequer tivesse encostadao nele. Rodrigo Silva bateu e fez 1 a 0, aos 28 minutos.

Mas o Bahia era melhor e foi pra cima, empatando o jogo aos quatro minutos,  numa cobrança de escanteio de Talisca, que Fahel desviou de cabeça e fez. Logo depois Fahel foi empurrado na área o juizão nada marcou. Na sequência, Danny Moarsi furou e o ABC quase desempata, mas o chute foi abafado por Titi. Na etapa complemetar caímos muito de produção e já não tivemos tanto volume de jogo, até porque a parte física voltou a mostrar que anda não está boa. Logo no começo, Hélder deu um bom chute que o goleiro defendeu. Jussandro avançou em seguida e chutou fraco de direita. Com uma falha de Danny Morais, que não subiu bem, o ABC quase faz o segundo gol. Numa bobeira da nossa zaga, que pensou que um ataque do ABC ia pra fora, a bola foi cruzada e por pouco não sofremos outro gol. Mesmo com as entradas de Jéferson no lugar de Talisca (que saiu machucado); de Ítalo Melo no lugar de Magno, que não jogou absolutamente nada, e de Anderson Melo no lugar de Diones, o time do Bahia não rendeu o suficiente para vencer a partida, frente a um time tecnicamente inferior ao nosso e que ficou o tempio todo tentando explortar os contragolpes.

Danny Morais e Jussandro foram muito mal no jogo. O primeiro, praticamente não fez uma jogada de ala e o segundo, demons trando muita insegurança, perdeu quase todas pelo alto. Gostei das atuações de Fahel, Neto e Talisca. Novas peças têm que entrar para dar uma outra cara ao time, que vem mostrando o mesmo futebol da reta final do Brasileirão do ano passado, com os atacantes não se entendendo, sem marcar gols, e os meias armando muito pouco nossas jogadas. Até que eles tocam bem a bola, vão envolvendo o adversário, mas não consegue dar o bote final , criar aquele lance mais agudo e fazer os gols. Espero que o técnico Jorginho tenha observado essas carências, insista em pedir reforços, porque, do contrário, esse time vai nos dar muita tristezas. Lamentavelmente..

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post