Nós temos Obina!

Obina mostrou o faro de gol, marcando um de pênalti e outro numa jogada de muita raça e persistência

Tricolores, fizemos um primeiro tempo muito ruim, saímos perdendo por 2 a 0, mas, na etapa final, com algumas modificações e o faro de gol  de Obina, chegamos ao empate com dois gols do nosso artilheiro, sendo o segundo no apagar das luzes. Está provando que é matador e que, se a bola chegar, ele broca. Pena que, na primeira etapa, o Bahia, com três volantes e os laterais muito presos, não criou praticamente nada e o adversário teve tarde inspirada do atacante Rômulo, que marcou os dois, sendo um de bicicleta. Nossa reação na etapa complementar gera uma boa expetativa para o Ba-Vice do próximo domingo.

Como era de se esperar, mesmo vindo de uma fraca campanha no Campeonato Baiano, o Bahia de Feira virou bicho contra o Bahia, que teve muita dificuldade no primeiro tempo. Nossos três volantes marcavam mal e não conseguiam passar bem, errando muitos passes. Rosales, lento, não viu a cor da bola. Os laterais também não passavam do meio campo e, por causa de tudo isso, o time do interior passou a comandar as ações, chegando ao primeiro gol, após Diones ser driblado facilmente por Rômulo, que mandou no ângulo, aos 26 minutos. Três minutos depois, a bola foi lançada na área, Danny Morais deu mole e Rômulo dominou e mandou de bicicleta para fazer 2 a 0. Como esses caras acertam contra o Bahia!!! Que coisa!!

O treinador Jorginho, já no fim do primeiro tempo colocou Maquinhos Gabriel e sacou Diones, depois colocou Talisca no de Rosales, ficando assim o time muito mais agressivo, passando a empurrar o Bahia de Feira no segundo tempo. Logo a dois minutos, fez um gol, num pênalti sofrido por Marquinhos e cobrado por Obina, e poderia ter empatado aos sete, se Adriano “Michael Jackson”, livre, embaixo da trave, não tivesse procurado enfeitar e falhar no momento de concluir.  Mas o nosso Tricolor continuou melhor do jogo e, depois de tentar duas vezes com chutes de Obina, acabou chegando ao merecido empate aos 49, numa bola alçada na área e que Obina furou na primeira tentativa de chute, mas acertou em cheio na segunda, mandando para o fundo das redes.

Diones voltou a jogar mal, assim como Hélder, ao passo em que Talisca, mais uma vez, foi muito bem. Aliás, já está na hora de ele ganhar uma posição no meio-campo, formando dupla de volantes com Fahel. Marquinhos Gabriel também mostrou que não pode ficar de fora do time, caindo muito bem pelos lados do campo, criando boas jogadas ofensivas. Não gostei de Danny Morais, mas tenho que reconhecer que é o menos pior para formar dupla com Titi. Adriano hoje não foi tão bem e precisa simplificar mais as jogadas, afinal um gol de bico é tão importante quanto um gol de letra. O destaque de hoje não poderia deixar de ser para Obina, que marcou dois gols, chutou outras bolas, lutou o tempo inteiro  e está mostrando que pode nos ajudar muito. Pelo que mostrou até agora, podemos afirmar que temos um grande atacante. Nós temos Obina!

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post