Obina apresentado. E o meia ofensivo? E o atacante de beirada?

Vestindo o manto tricolor, o atacante Obina foi apresentado à imprensa ontem

Tricolores, apesar de muitos ficarem meio desconfiados com  a contratação de Obina, que foi rebaixado no ano passado junto com o Palmeiras, confesso que gostei, pois é um atacante acostumado a fazer muitos gols, a ser sempre artilheiro da equipe que defende e que está muito motivado para jogar no nosso Bahia, time pelo qual torce o próprio pai dele, conforme revelou. Obina é um jogador de raça, que luta o tempo inteiro, que nunca desiste das jogadas e FAZ MUITO GOLS. Com exceção do time chinês onde atuava e dessa segunda passagem pelo Palmeiras, Obina sempre brilhou por todos os time por que passou, inclusive na equipe de Canabrava, clube que o revelou. A motivação que ele demostrou desde que aqui chegou indica que deve se preoparar com afinco para perder om  excdesso de peso, entrar rapidamente em forma e nos ajudar. Se ele realmente quiser mostrar serviço, com certeza teremos um grande jogador para as competições que vamos disputar.

Embora Obina tenha revelado que formou uma boa dupla de atacantes com Souza, prefiro um atacante de beirada formando um trio ofensivo com os dois matadores, até porque Souza e Obina possuem carateríticas semelhantes, jogam mais fixos e o ataque apenas com os dois pode fazer com que o time perca em velocidade. Seria ótimo que nós trouxéssemos um atacante rápido, de qualidade e exeriência, como aquele Juninho, que jogou no Atlético de Goiás, mas atualmente está no Galo. Também não adianta os dois atacantes estarem na frente isolados se o meio não abastecer ou o meia ofensivo não der suporte, dadndo assistência para eles. É por isso que nossa diretoria tem que fazer de tudo para contratar o tal meia argentuino que está sendo cogitado, ou até mesmo trazer outro, pois com dois artilheiros no time, a bola tem que chegar para que eles possam usar o que têm de melhor: a capcidade de finalizar para o gol as jogadas criadas.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post