Parada dura sob olhares do novo treinador tricolor, Jorginho

Tricolores, com a presença do novo treinador Jorginho nas tribunas, vamos encarar hoje, na Vila Belmiro, pleo Brasileirão, o Santos, que vem embalado por quatro triunfos. É uma parada indigesta e o novo comandante tricolor vai poder fazer muitas análises do time, que foi escalado pelo interino Barroca com três volantes: Fahel, Hélder e Victor Lemos terão a difícil incumbência de para Neymar, Ganso e Cia. No jogo contra o Palmeiras, o garoto do cabelo moicano desequilibrou. Aliás ele tem se revelado um autêntico jogador de time, já que na Seleção nada faz. Temos que ter cuidado redobrado com ele, se possível com uma marcação individual.

No ataque, Barrocas optou por colocar Gabriel e Souza. Confesso que, pela fraca atuação de Gabriel no domingo, preferiria ver Lulinha de primeira, embora esse jogador renda mais quando entra no decorrer das partidas. É um jogo em que o Bahia tem que ficar fechadinho e sair rápido nos contra-ataques para tentar surpreender o Peixe, sendo Lulinha uma boa arma para isso. Não teremos Marcelo Lomba, mas Omar é seguro e tenho certeza de que dará conta do recado. Vamos lutar para trazer esses três pontos, tarefa dificílima, mas não impossível. O jogo começa às 19h30

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post