Preparo físico é fundamental

Jogadores como Zé Roberto e Kléberson caem de rendimento no segundo tempo dos jogos

Tricolores, o preparo físico cada vez mais ganha importância no futebol. O jogador que não está bem fisicamente não consegue render o suficiente, mesmo que seja um craque de bola. Velocidade e resistência são fundamentais para um atleta que joga futebol, que tem que estar preparado para jogar os 90 minutos de uma partida. Quando num time há vários jogadores mal condicionados, a tendência é a equipe cair no segundo tempo dos jogos. Lamentavelmente isso vem acontecendo com o nosso Bahia.

No jogo de domingo contra o Coritiba, nada menos que quatro jogadores pediram para ser substituídos antes dos 20 minutos do segundo tempo porque não estavam aguentando: Ávine, Zé Roberto, Mancini e Kléberson. Isso é inadmissível, pois esses jogadores ou vinham jogando normalmente (no caso de Mancini e Kléberson) ou estavam sendo preparados para voltar em forma (Zé Roberto e Ávine). Ávine é jovem mas uma série de contusões tem prejudicado bastante sua carreira e há muito tempo que ele não rende nada. Deu pena ver Ávine, que tantas alegrias nos deu, se arrastar em campo contra o Coxa. No caso dos outros três, parece que o peso da idade, aliado à vida que têm ou tiveram, não permite que eles aguentem os 90 minutos de um jogo.

Claro que há casos de exceção, como Seedorf, do Botafogo, Juninho, do Vasco, ou Zé Roberto, do Grêmio, que têm idade avançada mais correm como garotos. Talvez  esses atletas tenham tido uma vida mais regrada e a própria genética lhes favoreça. Em relação aos do Bahia não se sabe ao certo o motivo desses jogadores cansarem na etapa final das partidas. O bom senso manda que o nosso tricolor mescle mais juventude com experiência, dando chance, por exemplo, aos garotos da divisão de base, coisa que Falcão pouco fez, mas que Caio Júnior já sinalizou que é acostumado a fazer. Tomara que ele realmente utilize jogadores como Fábio Gama, Rafael Gladiador, Paulinho dentre outros, para que nossa equipe tenha o equilíbrio necessário para suportar os 90 minutos de um jogo sem que haja nenhum prejuízo no seu rendimento físico.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post