Que a arbitragem não nos prejudique

Tomara que os árbitros fiquem de olhos bem abertos e marquem certo amanhã

Tricolores, vamos torcer, torcer muito para que a arbitragem no nosso jogo de amanhã contra o Flamengo, no Engenhão, seja imparcial e não tenha a infelicidade de nos prejudicar, beneficiando o time carioca, que, coincidentemente ou não, sempre foi um dos mais beneficiados do Brasil na nossa história futebolística. Presenciei, na Libertadores de 1981, o time do Atlético Mineiro ser quase todo expulso pelo árbitro José Roberto Writh, que demonstrou uma falta de paciência e um rigor impressionante contra o time mineiro, que acabou eliminado da competição. Não esqueço também da final do Brasileirão de 1982, quando o Grêmio teve um gol legítimo anulado na final contra o time de Gávea, fora tantos e tantos outros erros que não me vêm à mente agora. Esse link prova o que eu estou dizendo http://blogdoodir.com.br/2010/09/tres-erros-historicos-a-favor-do-flamengo/   .

Este ano, no primeiro turno, o Bahia estava bem melhor em campo, mas no final o juiz marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo, que acabou vencendo a partida por 2 a 1 em Pituaçu. Da mesma foram, o time carioca venceu o Santos. Geralmente os erros de arbitragem  favorecem times do eixo sul-sudeste, notadamente quando esses clubes jogam contra equipes do Nordeste. O adversário de amanhã tem o mesmo número de pontos do Bahia e também luta contra o rebaixamento, o que gera uma preocupação a mais em relação a equívocos de arbitragem favorecendo-lhe.

Há um site chamado www.placarreal.com.br, que mostra a tabela com a classificação atual do Brasileirão e, ao lado dela, outra com classificação REAL, sem os erros de juízes, bandeirinhas etc. Ele mostra que o Flamengo deveria estar três posições abaixo da atual (15º), com 31 pontos e o Bahia, que foi beneficiado contra o Sport em Salvador, deveria estar na mesma posição atual (1º lugar), com 35 pontos. Ou seja, o time da Gávea continua mantendo a escrita de ser um dos mais beneficiados por erros do trio do apito. O site mostra que, neste Brasileirão, ele foi o segundo mais beneficiado, perdendo apenas para o Cruzeiro.

Mas não há de ser nada. O negócio é o Bahia jogar como vem jogando, partindo pra cima, procurando o triunfo o tempo todo para superar não só o ascendente time do Flamengo, quanto qualquer outro obstáculo que apareça para dificultar as coisas para a gente, inclusive erros de arbitragem.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post