Time melhora, mas a diretoria…

Atacante Fernandão está em ótima fase

Tricolores, de férias, andei um pouco sumido deste espaço, ao qual retorno com força total. Enquanto nosso time surpreende, muda completamente o desempenho e faz uma  boa campanha no Brasileirão deste ano, nossa diretoria continua a mesma: além de não contratar ninguém que realmente venha para ser titular, está perdendo para o rival jogadores da divisão de base por falta de pagamento de FGTS, uma situação absurda que vira e mexe vem acontecendo para revolta de todo nós.

Não podemos deixar de reconhecer que a contratação de Cristóvão, até o momento, vem surtindo muito efeito, pois, com o mesmo elenco, ele conseguiu armar um time competitivo que vem subindo de produção jogo a jogo.  Fez um primeiro tempo ruim contra o Criciúma, melhorou bastante no segundo e poderia até ter chegado ao empate, mas a partida terminou mesmo em 3 a 1 para eles. No jogo seguinte, contra o Coritiba em Pituaçu, time contra o qual não damos muita sorte, jogamos  melhor e só não vencemos por causa da falta de pontaria dos nossos homens de frente. No terceiro jogo, contra o Inter, fora, mostramos muita personalidade e conseguimos superar a pressão e vencer por 2 a 1. Depois, encaramos o invicto Botafogo, em Aracaju, e vencemos  por 2 a1 , de virada, quebrando uma invencibilidade de 19 jogos do time carioca. O placar só não foi mais elástico porque desperdiçamos chances reais. Depois, fomos enfrentar o Vasco no Rio, saímos na frente e só não vencemos porque a arbitragem nos prejudicou durante toda a partida,inclusive no gol de empate do time do Rio, originado de um pênalti inexistente. Estamos  e xx lugar  e temos que agradecer a Cristóvão e a jogadores como Fernandão, que é artilheiro do campeonato, Lucas Fonseca, que deu segurança a nossa zaga, e ao surpreedente Rider, que vem muito bem, além da recuperação de atletas como Marcelo Lomba e Titi.

É claro que o time precisa ser reforçado pois o campeonato Brasileiro, após a Copa das Confederações, vai ficar mais difícil. E, se depender da nossa diretoria, estamos ferrados, pois esses caras têm uma margem de erros infinitamente maior que de acerto. Eles vêm tratando nosso jogadores da divisão de base com um desdém absurdo a ponto de formarmos atletas e darmos de graça aos rival por falta de pagamento,  de FGTS, como aconteceu com o lateral Alef e o zagueiro Maracás. O que tmos que fazer é não ir a campo, é forçar a barra de forma pacífica para que os homens que dirigem o Bahia renunciem e dêem chances para que outras pessoas possam gerenciar o clube de forma mais moderna, mais profissional e mais competente.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post