Um verdadeiro BA-BA

O lateral Magal tenta passar por um adversário

Tricolores, que jogo horroroso ontem na Arena Fonte Nova, com direito a pênalti desperdiçado por Obina e gol perdido pelo Bahia de Feira digno do “inacreditável futebol clube”. Fora outras jogadas bisonhas, como um chute tosco de Pablo que passou por cima do próprio gol do Esquadrão de Aço. O empate em 0 x 0 só veio mostrar o fiasco que foi a partida, de baixíssimo nível técnico, um verdadeiro BA-BA, representando bem o “clássico” BAhia x BAhia de Feira. Colocar dois times tão ruins num estádio tão maravilhoso é de dar dó. O Bahia continua sem apresentar nada, com Hélder, Rosales, Diones, Obina e Cia. mostrando um futebol de várzea. Mesmo assim, por causa de um regulamento esdrúxulo, nossa equipe já está classificada para a semifinal do Baianão, mesmo com baixíssimo número de pontos na tabela.

Nos primeiros 15 minutos, o Bahia não soube aproveitar a frouxa marcação do Bahia de Feira, que deu um espaço enormes a nossos jogadores. Errando passes e muito lento, nossa equipe ficou inofensiva, e, afora chutes de longe sem perigo, teve uma chance real, num pênalti inexistente (o lateral Pablo foi derrubado fora da área). Obina cobrou e mandou pra fora, irritando bastante a Nação Tricolor. Depois desse lance, o time do interior acertou a marcação e passou a nos pressionar, embora sem tanto perigo.

Na etapa final da partida, nosso adversário teve as  principais chances, com Lomba aparecendo bem nas defesas, mas, em uma delas, de foma incrível, a bola rolada dentro da pequena área, com o gol vazio, e o cara furou, para nooooooossa alegria. Agora vamos enfrentar o time de Canabrava para encerrar esta fase, antes das semifinais, quando pegaremos o Juazeiro.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post