Vamos maneirar nas críticas e continuar apoiando o time

Alguns torcedores cornetaram o time

Como não poderia ser de outra forma, o futebol mexe demais com o emocional da torcida. Num dado momento estamos felizes e, de repente, ficamos tristes. Quando o time está vencendo, todo mundo presta, o técnico é maravilhoso etc. etc. Basta termos uma derrota e parece que o mundo se acaba. Neste segundo turno do Brasileirão, o Bahia vinha fazendo uma campanha impecável, vencendo quatro jogos e empatando dois, e estava tudo à mil maravilha. Porém, perdemos para o Internacional, domingo passado, fora de casa e há torcedores  exagerando nas críticas. Vi, no Facebook, gente malhando Marcelo Lomba, afirmando que Omar deveria assumir a titularidade. Eu até concordo que nosso goleiro titular falhou no terceiro gol do Inter, por estar muito adiantado, mas daí pedir a cabeça dele há uma distância muito grande. Ora, ora, quantas e quantas vezes Marcelo Lomba nos salvou, inclusive nesse jogo contra o Internacional no Beira-Rio…

As críticas a Jussandro também foram exageradas. Tudo bem que ele falhou feio no primeiro gol do Internacional, mas jogou muito bem as partidas que havia disputado, além de ser um garoto da base, que ainda está adquirindo confiança. Houve pagação severa também a Souza, pelo gol que perdeu. O Caveirão é matador, mas infelizmente não estava no dia.

Exageros à parte, nosso time realmente cometeu falhas e mereceu críticas. Mas as críticas têm que ser construtivas e justas, sem ter uma dimensão muito maior do que deve ter. Não devemos esquecer tudo de bom que a equipe já produziu nesse segundo turno por causa de uma derrota num jogo em que procuramos atuar de igual para igual, mas fomos infelizes nas finalizações e em falhas individuais. Não podemos esquecer de que estamos disputando um campeonato dificílimo e que, principalmente agora, cada jogo é uma decisão. Infelizmente, devido à péssima campanha no primeiro turno, nossa prioridade principal agora é nos afastar da zona de rebaixamento. Estamos a quatro pontos dela, e precisamos pontuar e torcer contra os adversários diretos nessa luta.

É importante, neste momento, a torcida aumentar mais ainda o apoio que vem dando ao time, para que ele consiga a reabilitação já no próximo domingo contra o Botafogo do Rio em Pituaçu. Nossa equipe, apesar da derrota de domingo, vem jogando bem e, com nosso apoio, ficará mais forte ainda . Não importa se o time carioca vive um ótimo momento (seis jogos invicto), vamos partir pra cima para vencer o jogo, contando com um capricho maior tanto dos nossos zagueiros quanto dos nossos atacantes, para que não repitam as falhas de domingo passado.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Ivã Silva

    Os críticos irrefletidos só não perceberam que o comportamento do time se manteve estável tática e emocionalmente. A estratégia de marcar no campo do adversário tem o efeito psicológico de manter o time ativo, ou seja, não espera o adversário chegar, vai ao encontro dele. Além da possibilidade de roubar a bola próximo da área deles.