Vencemos na Arena e agora temos vantagem contra o Juazeiro

Pela primeira vez, jogadores do Bahia fazem a festa na Arena Fonte Nova, acabando um incômodo jejum

Tricolores, finalmente conseguimos vencer uma partida na Arena Fonte Nova, batendo o Juazeiro por 2 a 0, pelas semifinais do Baianão, revertendo a vantagem para o jogo de volta, quando poderemos até perder por 1 a 0. Com vários desfalques, o time até que começou bem, fez 1 a 0 logo aos 11 minutos, mas depois daí voltou a apresentar aquele futebol sem criatividade, usando quase sempre a ligação direta, dependendo única e exclusivamente de lampejos de Zé Roberto, que marcou o primeiro em bela jogada individual, lembrando aquele jogador que se consagrou há alguns anos.
O time do interior, que começou bastante recuado, sofreu uma pressão do Bahia, que, antes do gol de Zé Roberto, já poderia ter aberto o escore com um chute de Fernandão, após bom passe de Diones. Mas o goleiro fez difícil,defesa. Após o gol de Zé Roberto, o panorama do jogo mudou e o time do interior passou  a ter mais volume de jogo, embora raramente nos incomodasse, com exceção de duas penetrações em que os atacantes deles caíram, pedindo pênalti. Um deles eu até achei que foi, mas o outro não. Fizemos o segundo gol, numa troca de passes entre Diones de Pablo, com o lateral tentando cruzar e o zagueiro dos caras desviando para o gol, aos 29 minutos.
Até o final da partida, inclusive na segunda etapa, o Juazeiro comandou as ações, com o Bahia dando muito espaço e só fazendo a marcação na entrada da área, onde Toró fazia boa partida e o adversário não conseguia penetrar .  Nosso time não conseguia armar contra-ataques, até porque não tinha o apoio dos laterais e Zé Roberto e Talisca caíram de produção.  Todos nós no estádio não gostamoss quando Joel, honrando sua filosofia de retranqueiro, colocou o zagueiro Danny Morais no lugar do contundido Feijão, chamando mais ainda o adversário pra cima da gente. Conseguimos articular alguma coisa quando ele colocou Marquinhos Gabriel no lugar de Diones, tendo inclusive no final um zagueiro do Juá salvo uma bola em cima da linha, após cabeçada de Titi.

A coisa boa deste jogo foi que voltamos a vencer após seis jogos e pela primeira vez saímos com triunfo da Arena. Mas o time deu muito espaço ao adversário, fazendo uma marcação praticamente na frente da nossa área. Essa marcação precisa ser mais adiantada e nossos laterais, principalmente Magal, que nada fez hoje, precisam colocar na cabeça que têm que apoiar para fortalecer o poderio ofensivo do time. Tomara que Zé Roberto repita os lampejos que teve hoje daqui pra frente. No próximo sábado, contra o mesmo Juazeiro, teremos uma pedreira e precisamos jogar com inteligência, não ficando recuado em demasia e sabendo aproveitar a vantagem que agora temos para chegar á final do Baianão.

Autor do post:
Kleber Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post