Chocolate!

Salve Geraldinos!!!

A melhor escolha para uma noite fria, sem dúvidas, é aquele caprichado chocolate quente! E essa foi a pedida dos flamenguistas. Em pronta entrega, comandados por Douglas, Danilo e Romarinho, o Corinthians atropelou o rival carioca. Literalmente um chocolate!

Desde começo do jogo o Corinthians foi superior! Muito superior! O futebol do campeão da Libertadores apareceu, e contra um adversário frágil, a (obrigação) ideia é golear. Ainda mais com o “novo” meia de ligação inspirado não era difícil imaginar outro clima ou resultado.

Antes dos gols, vou falar do Romarinho. Parece que o garoto sabe exatamente como agradar a torcida, ao treinador e os companheiros. Partida impecável do “recém-chegado-e-canditado-a-talismã”. Já percebemos que a camisa não pesou. Já vimos que a Bomboneira, pra ele, é um Canidé com nome. E ontem, num dos clássicos do futebol brasileiro, o baixinho deitou na defesa. Seu gol não saiu, mas participou muito do jogo e foi importantíssimo pra equipe. Acho que São Jorge Henrique vai ter que esperar um pouco mais pra voltar ao time titular.

Sobre o barrigudinho mais descompromissado do Corinthians, é elogiar. Se, há uns dias atrás, ele sabia que não iria virar titular, na primeira chance que teve sem ter que tirar Alex do time, Douglas acabou com o jogo. Errou passes, ainda não tem o ritmo de antes, mas ontem desfilou sua já tão conhecida categoria.


O primeiro gol em pura disposição. Roubou a bola e partiu em direção ao gol. No segundo, acompanhou a jogada, se posicionou e de frente pra área, ele não costuma perder. Dizem uns que ele já fez mais que Alex em toda sua trajetória de Corinthians. Discordo. Douglas Tufão, ainda tem que jogar muito mais. Por que a gente sabe que ele pode jogar muito mais.

Cheguei a dizer que o Danilo vive uma boa fase. A boa fase do camisa 20 dura 7 meses. E cada vez mais a bola vai sobrando pra ele fazer golaço. Não apareceu tanto pro jogo, brilhou mais marcando o lateral adversário e deu dois bons passes no ataque, mas quando a bola se ofereceu, veio a categoria “costumeira dos últimos dias”. Paulada, três dedos, curva imensa e caixa. Pois é, ninguém mais pode falar nada do futebol dele. Titular, destaque, imprescindível e decisivo. Apelido confirmado é o “Zidalino” do Coringão.

Chegamos aos 11 pontos e pulamos para 13ª colocação. Ainda é pouco. Esse time pode muito mais. Chefe Tite disse que só vai pro Mundial quem arrebentar no Brasileiro. Com todas as opções que temos mais os dois gringos chegando, querendo arrebentar, o Hexa bate na porta.

Ainda estamos longe, mas se nos próximos três jogos conquistarmos os possíveis nove pontos, chegaremos ao bloco de cima. E ai, brigar até o final… Mas, como mantra: Pés no chão, foco no jogo e um jogo por vez. Assim que o Coringão pode ir muito longe no Brasileiro.

Vaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai Corinthians!

Autor do post:
Sandro Terranova

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post