“Do Rebaixamento à Libertadores” – A volta

Ano era 2008, ano de recomeço. De voltar a escrever a história do maior time do Brasil, de maneira certa. Com as linhas certas. Com as pessoas certas. Depois de 14 anos de uma gestão que arruinou o clube (e o fez ser rebaixado à serie B!) o Corinthians tomava um novo rumo.

Mano Menezes foi o escolhido para comandar um novo elenco. Mais de 15 jogadores vieram no primeiro semestre. Mais sete na sequencia do Brasileiro. Poucos aqueles que ficaram no time, do vexatório elenco de 2007. De fato, era melhor partir do zero!

12 de maio de 2008, no Pacaembu, contra o CBR de Alagoas o Corinthians começou sua jornada no lado B do futebol brasileiro. Tomamos um susto, mas viramos e começamos com o pé direito (e com a cabeça de Herrera) com um “sofrido” 3 a 2!

Dentro desta campanha vários jogos impressionaram. O time estava na seria B, mas tinha um futebol clássico. Em praticamente todas as rodadas o time impunha um futebol encantador, a fraqueza dos adversários ajudava, mas era claro que aquele time daria liga, em qualquer liga!

Mas mesmo assim, sofremos. Gols no finzinho, viradas e muita paciência para entender que ali, não era o lugar do Corinthians. Mas, que o Corinthians precisava ter passado por aquele momento. E que na serie B, era a maior oportunidade de nos reerguemos de cara limpa!

Em 25 de outubro de 2008 o Corinthians estava há um ponto da serie A. O dia amanheceu lindo. Sol e muito calor em São Paulo. Dormi na Avenida Paulista. Acordei cedo e de metro fui pro Shopping Center Norte encontrar outros Corinthianos. De lá, partimos pro Pacaembu.

O Sol continuava forte. O calor fazia a cerveja descer mais rápido, mas com ansiedade a mil, fui direto pro Tobogã. Sim, o tobogã é meu lugar favorito pra jogos decisivos. Confiava no time e nada poderia ir contra para tirar, naquela tarde, o sofrimento da serie B de dentro da gente. Sim, sofre estar lá. Mas voltar de lá, traz uma sensação inexplicável de alivio.

Ao contrário do que imaginei chegamos ao gol logo e ai, era comemorar. Antes disso, o Corinthians fez mais um. E, escrevendo o post, me lembrei daquela sensação de ouvir “Eu Voltei” com o Pacaembu cheio.  Era a hora de voltar e reescrever a história da serie A! Por que, no fim de tudo, percebi que foi a serie A que perdeu sem o Corinthians.

Foi triste. Sofrido. Mas foi intensamente necessário ficar nas sombras por um ano.  E a partir desse jogo, não tenho dúvidas, o Corinthians ressurgiu pro futebol brasileiro.


Voltamos, voltamos pra ficar e começar a ganhar tudo que disputamos.

Autor do post:
Sandro Terranova

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post