Rivais, este momento é nosso!!

É incrível o poder de desmerecimento que o sucesso alheio causa em algumas pessoas, onde a única explicação é de fato a dor de cotovelo. Não tem outra definição para isso a não ser afirmar que algumas pessoas tem uma forte inveja da felicidade que a Fiel e seus atletas estão tendo neste momento.

Nestes últimos dias vi em redes sociais todas as formas, atitudes e maneiras de se desmerecer um titulo. Teve gente que disse que esta final foi a mais sem graça de todos os tempos, pois o Chelsea não quis jogar, teve gente que disse que é um absurdo ganhar um campeonato com dois de cabeça de um peruano (ih???), teve gente que dispensou seu tempo para fazer montagens para tentar afirmar que o gol do Guerreiro estava impedido, teve gente que desmereceu a invasão da Fiel, dizendo que é tudo “montagem” da imprensa e da mídia, ou seja, cada desculpa mais criativa que a outra.

Mas não estou aqui para criticar ou querer abrir a mente destes torcedores rivais, até porque quando se está pré-disposto a não aceitar uma situação, nada vai mudar sua opinião, e desde 1910 que essas pessoas são pré-dispostas a criticar e a desmerecer o Timão. Estou aqui para agradecê-los e mostrar a nós corinthianos que o trabalho realizado para chegar ao topo do mundo não seria nada sem vocês.

O Corinthians em 2007 estava no fundo do poço, amargando um descenso inédito em sua história. Andrès sentou com seus dirigentes e mudou a mentalidade do clube, percebeu que futebol não tinha mais espaço para amadorismo, e se o Corinthians continuasse pensando desta forma, a tendência era se afundar cada vez mais. Lá estavam os rivais tirando sarro e zoando com nosso momento ruim.

As pessoas importantes perceberam isso e concordaram que nada iriam conseguir se a torcida não estivesse ao seu lado. Criaram um programa de sócio torcedor para aproximar seus seguidores e mostrar que eles fazem parte deste renascimento alvinegro. Estruturam um depto de marketing para criar ações que elevassem o valor de marca do clube, além de ajudar no faturamento aproveitando-se da paixão de seu torcedor. Trouxeram um dos maiores jogadores da historia do Brasil que, mesmo em final de carreira, tinha um apelo popular enorme. Uma jogada de marketing viabilizada com muito sucesso. Com essa estrutura as empresas começaram a se interessar pela visibilidade natural que o clube tem, e sua organização mostrava que aliar sua marca a este time, valia muito a pena. E lá estavam os rivais torcendo contra e desmerecendo as ações feitas pela nossa diretoria.

O Corinthians começou a ganhar dinheiro, contratar jogadores, melhorar a estrutura, pulverizar ações de marketing e melhorar sua marca no Brasil e no Mundo. Isso começou no final de 2007.

Hoje, 18 de dezembro de 2012, quase cinco anos depois, o Corinthians é o clube com a marca mais valiosa do Brasil, é o clube com o maior faturamento do Brasil, é o atual bicampeão de renda e público do campeonato brasileiro, mesmo jogando em um estádio que cabe no máximo 37 mil pessoas, é o clube com os maiores patrocínios do país, é o clube com o CT mais bem estruturado, é o clube que está construindo o estádio que fará a abertura de uma Copa do Mundo, é o clube que ganhou neste período, de 2008 para cá, um Brasileirão Série B, um Paulistão, uma Copa do Brasil, um Brasileirão Séria A, uma Libertadores da América e um Mundial de Clubes da FIFA. E a tendência é mais promissora, o clube acabou de renovar com a Nike e receberá livres 30 milhões por ano pelos próximos 10 anos, além de materiais esportivos, acabaram de fechar um patrocínio de 31 milhões anuais por três anos na parte principal da camisa, renovou com uma escola de inglês por 9,5 milhões para o próximo ano, já fechou com Renato Augusto, ex Flamengo, negocia com Dedé e Alexandre Pato, ou seja, o futuro a Deus pertence, mas tenho certeza que o do Corinthians tem tudo para ser ainda mais promissor. E lá estão os rivais, desmerecendo e torcendo contra.

Aí eu vejo o desmerecimento dos rivais com os títulos conquistados e penso: continuem assim, afinal, nosso IBOPE não seria deste tamanho sem vocês. Se os rivais não trocassem de time todo campeonato, toda rodada, jamais o Corinthians poderia ser considerado, com todas as letras, o MAIOR CLUBE DO PAÍS.

Rivais, curtam. Porque mais do que nunca, este momento é nosso.

OBRIGADO!

CORINTHIANS GRANDE!!

Autor do post:
Julio Cesar

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post