Saudosa piada

Em 2007 o Corinthians foi rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro e uma frase do Andrès Sanches, então presidente interino, me chamou a atenção. Ele disse: “Aproveite para rir agora do Corinthians, pois daqui a alguns anos, ninguém terá motivos para isso”. Pois bem. Passaram-se estes anos e na semana passada o Corinthians enterrou uma piada que se fortaleceu e se modernizou nos últimos 20 anos. De tirinhas de jornais à montagens propagadas pela internet, o Corinthians sem Libertadores entrou definitivamente para a história.

Sei que já se passaram 6 dias da nossa Libertação, já lemos inúmeras crônicas a respeito deste título, assistimos vários programas de TV que se aproveitaram da atenção garantida que o nome Corinthians dá, mas não posso deixar de dar meu parecer sobre este título tão esperado e mais que merecido.

Os números falam por si só. A final foi mais assistida que o Brasil em Copa do Mundo na Grande SP. A Globo teve em média 48 pontos de audiência no ibope com picos de 54 pontos, segundo a coluna Radar Online da Veja de Lauro Jardim, que não menciona os dados da Fox Sports. Ou seja, a possibilidade de ter tido uma audiência média superior aos 50 pontos é alta.

Com as opções de programas televisivos que temos hoje, isso mostra a dimensão da relação Corinthians / Libertadores. Nos anos 80, era fácil o programa dominical do Chacrinha ter em média 75, 80 pontos de audiência, hoje isso é inimaginável. Portanto, qualquer audiência acima dos 20 pontos é classificado como “muito bom”. Beirando os 50 então, fantástico.

O Corinthians teve o fruto do seu planejamento colhido no último dia 04/07. Com profissionalismo, montou seguidas equipes fortes, criou um Fiel Torcedor eficiente e aproveitou de sua visibilidade para alcançar números recordes de arrecadação de patrocínio. Os resultados apareceram em campo com títulos e mais títulos. A Libertadores veio para coroar um trabalho profissional e planejado que este time fez ao longo dos últimos anos. Foram 14 jogos com 8 vitorias e 6 empates. Campanha com 71% de aproveitamento e de forma invicta. E vem mais por aí, com a disputa do Mundial de Clubes em dezembro, mais Libertadores e inauguração da Arena Corinthians em 2013.

Confesso que ainda está difícil de enxergar a dimensão deste título, mas já sinto no ar um clima saudosista nas piadas relacionando Corinthians e Libertadores, deixando um pouco mais pobre o repertório daqueles que se auto denominam anticorinthianos. Mas não fiquem tristes, ainda restam os temas “maloqueiro, marginal, ladrão, assaltante e etc., para dedicarem em nossa homenagem.

Brasileirão

Passado o sonho da Libertadores, é hora de acordar na realidade do Brasileirão. Muitos vêm falando em desmanche, mas de fato apenas um jogador titular saiu do time, nosso xerife Leandro Castán. Além é claro do reserva Willian e de nomes já cogitados como Ramires, Gilsinho e Ramon. Ou seja, todos reservas e sem espaço especial na equipe. Algo normal na reformulação de um elenco para início de uma nova etapa. É preciso agora segurar nossos principais atletas antes que de realmente a palavra desmanche faça sentido.

Quarta-feira à noite, contra o Botafogo, vai começar o Brasileirão de fato para nós, e é com muito ímpeto que nosso grito, seja na arquibancada, no bar ou no conforto do nossa lar, continue empurrando nossa equipe, afinal, este é o nosso objetivo, nosso ideal, uma nação que defende o Corinthians independente do torneio que ele participe.

Somos o time do povo, somos o Coringão.

Corinthians Grande!!

Siga a Geral do Corinthians no Twitter (@geral_timão) e seus colunistas Julio Cesar (@juliocesar1505), Sandro Terranova (@sandroterranova) e Tchelo Rodrigues (@tche_rogrigues)

Autor do post:
Julio Cesar

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Lucia Luma

    Sim,finalmente chegou o nosso dia e em um momento em que a libertadores é realmente valorizada,até nisso fómos contemplados,porque o timão é realmente diferente de todos,até quando se ganha um título é mais gostoso.
    Os anti nos odeiam,porque morrem de inveja,sabem lá no fundo,que torcer pelo corinthians é um gozo que não tem explicação.