Terceiro Uniforme

Contra o Fluminense, nesta quarta-feira, o Corinthians utilizará seu terceiro uniforme de jogo, uma camisa em dois tons de cinza e que não foge muito das cores do clube.

Este terceiro uniforme aliás já causou algumas confusões entre o depto de marketing e parte da torcida, que dentre os mais radicais, defendem que as cores preto e branco sempre deverão prevalecer.

Eu já penso diferente, acho que independente de cores, o que vale é o bom senso. O uniforme tem que ser bonito, imponente e vistoso, deve caracterizar a alma do time, mas concordo que tem que agradar a torcida. Afinal, quem vai comprar e transformar este projeto rentável, é ela.

Alguns uniformes foram bem bolados. Segue minha opinião em alguns:

Este foi o que mais gostei. A cruz no peito dá um detalhe diferente à camisa, contrastando bem com o preto do uniforme restante.

 

 

Esta tem o São Jorge no detalhe. Muito bonita também na minha visão, o que elejo como a segunda melhor dentre as escolhidas.

 

 

Esta talvez seja a mais simples, porém, não menos polêmica, pois carregava o roxo que boa parte da torcida repudiava. Não me agradou muito.

 

 

Esta sim a mais polêmica. Totalmente roxa para espressar o fanatismo do torcedor, que popularmente é chamado de “roxo”, o depto de marketing do Corinthians teve muitas críticas na escolha da cor. Porém, foi a que mais vendeu dentre as citadas. Eu particularmente não gostei. Achei muito simples, mas tenho guardada na minha coleção.

Independente do uniforme, o que importa é o símbolo destacado nele, o símbolo que carrega toda a história e a tradição do Corinthians sempre acompanhado do Branco e do Preto. Isso nunca se colorirá.

CORINTHIANS GRANDE!!

Siga a Geral do Corinthians no Twitter (@geral_timão) e seus colunistas Julio Cesar (@juliocesar1505), Sandro Terranova (@sandroterranova) e Tchelo Rodrigues (@tche_rogrigues)

Autor do post:
Julio Cesar

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

2 Comentários

  • Sérgio Henrique Botarelli

    Julio, tenho opinião parecida com a sua. Acho um exagero e uma ignorância repudiar a terceira camisa porque não é preta e nem branca. A única tradição que eu defendo com unhas e dentes é a permanência das faixas brancas na camisa preta. Mas gosto da iniciativa de uma camisa diferente. E todas essas que você citou tem sim alguma história ou razão. Só esqueceu de citar a camisa do centenário – listrada em tons de bege. Aliás, esta, talvez, seja a que eu mais gosto dentre as terceiras, seguida da grená com o detalhe de São Jorge, que é maravilhosa!

    Vamos aguardar para ver esta cinza, mas acredito que também não vai agradar muito os críticos.

    Grande abraço!

    • Andre

      Salve Julio.
      Cara eu achava muito loca aquela Preta com listras Douradas da época do Tevez. Poderiam fazer uma Preta com listras Prateadas também.

      Falow..