Abnegação, um belo sacrifício [Sport 2 x 1 Cruzeiro – Brasileirão 2012]

O egoísmo é um grande defeito do ser humano. A pessoa não pode ser auto-suficiente o bastante para achar que sozinho nesse mundo se chega a algum lugar. Por isso, ajude o próximo nem que seja por interesse próprio, pois amanhã você pode precisar dele. Mas o ideal mesmo é ajudar o próximo sem pensar em recompensa. E parece que é isso que o Cruzeiro está fazendo no Brasileirão.

Rithiely, o Seedorf da vez. (Foto: Sport / Divulgação)

Depois de perder em casa de virada para o Botafogo (nem venha com desculpa, era obrigação vencer aquele jogo. O Botafogo estava capengando até nos enfrentar), o Cruzeiro perdeu de virada para o Sport também. E provou que Seedorf nem fez grandes coisas no Independência na última quarta-feira porque desta vez fomos destruídos na Ilha do Retiro por RITHIELY.

O time pernambucano era o antepenúltimo colocado, tinha vencido um jogo dos últimos treze e oferece tantos espaços na defesa que parece que Marquinhos Paraná ainda está lá e se multiplicou em vários titulares. O Sport pedia pra perder, tanto que o Cruzeiro saiu na frente com um gol de Wallyson entregado pela zaga do Sport.

Mas o time celeste, no sentido mais divinal da palavra celeste, deixou o Sport vir pra cima e dominar o jogo em busca do empate. Wallyson desperdiçou a chance do segundo gol num contra-ataque em que recebeu a bola com a mesma liberdade e na mesma posição em que fez o gol que abriu o placar, mas chutou em cima do goleiro. A prova de que a piedade hoje toma conta daquele que já foi o atacante mais cruel das Américas.

Com a marcação deixando os jogadores do Sport tão livres quanto cachorro de rua e com Fábio mais inseguro que anticoncepcional de farinha, obviamente tomamos o empate e a virada. A ilusão que nos restou era o Cruzeiro pelo menos empatar numa bola vadia, mas na única vez que a bola rumou ao gol com algum perigo, o goleiro reserva do Sport que substituia o Magrão nesse jogo fez uma defesa de Gordon Banks. Não era pra ser mesmo.

O Cruzeiro segue renunciando uma vaga na Libertadores pensando no bem maior de ajudar os mais necessitados. A próxima missão de caridade será em Florianópolis na quarta-feira.

Abs.

Autor do post:
Rafael Igor

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

3 Comentários