Acaba logo com isso [Cruzeiro x Bahia – Brasileirão 2012]

E aí, tudo azul?

Em mais uma tentativa de superar a barreira dos 45 pontos e enterrar de vez todas as chances de rebaixamento, o Cruzeiro recebe o Bahia neste domingo, às 19h30min, no Independência. O confronto com os baianos é válido pela trigésima quinta rodada – ou a décima sexta do returno – do Campeonato Brasileiro de 2012 – o último antes do fim do mundo.

E o Cruzeiro entra em campo em uma das semanas mais tensas de sua história. Não apenas porque o jogo é sim uma decisão para nossos destinos, mas porque acaba logo com qualquer chance que o Cruzeiro tem de cair para a Segunda Divisão em 2013. Não é que eu tenho medo disso, mas risco é risco. As chances existem e nós precisamos acabar com isso logo.

Antes de falarmos em “público zero” ou qualquer protesto que passe pela não ida ao Independência, temos que nos lembrar que há sim algo em jogo. E mesmo não sendo o Cruzeiro dos nossos sonhos, é o nosso Cruzeiro. Precisamos sair desse buraco logo, precisamos vencer o mais rápido possível e ultrapassarmos a famosa marca dos 45 pontos para que qualquer risco de rebaixamento seja eliminado já neste final de semana – até porque ficar adiando é muito perigoso.

Falando do jogo, não há muitas expectativas além do que já vimos durante toda a temporada. Como falei na semana passada, o Celso Juarez está com os dois pés e uma das mãos fora do Cruzeiro. Mantém apenas uma para receber seu alto salário e dar instruções – na grande maioria das vezes furadas – para os excelentes jogadores do nosso elenco.

O time para este domingo não é dos melhores. Tudo bem que tem três atacantes – com o Queixada isso era motivo de pesadelos – e que o Roth está adequando uma formação para não sentir falta dos desfalques da semana – Montillo, Ceará e o Charles Vida Loka. Fabinho de titular não passa confiança alguma. Isto suscita algumas discussões pertinentes: Por que não dar uma oportunidade ao Élber? Será que a picuinha do Roth com o Souza realmente foi resolvida?

Mesmo com o Lagartixa em campo, não acredito que este seja o maior problema para o Cruzeiro. Um meio de campo com Sandro Silva e Marcelo Oliveira juntos é o apocalipse. Isto é mais um capítulo do ano HORROROSO que vivemos. A conferir o que eles produzirão ao lado do desparecido Tinga. Além disso, a zaga será totalmente modificada, com o retorno do Thiago Carvalho e a improvisação do Leandro Guerreiro no setor. O que prova que as atuações de Mateus Monstro e Caveirão Donato contra o Santos foram dignas de um Oscar – de melhores coadjuvantes para o Santos, claro.

Já o Bahia vem desesperado. A sua zaga está remendada sem o Danny Moraes e os laterais que entrarão não são confiáveis. E a sua formação nesta fase onde o destino do clube da Boa Terra será definido tem sido com três atacantes, o que mostra a vocação ofensiva do Jorginho.

Enfim, com todos estes ingredientes, o que podemos esperar é uma batalha no Horto Florestal. Que o Cruzeiro vença logo e que nós possamos fazer o nosso protesto assim que for confirmada – de fato – a nossa presença na Primeira Divisão de 2013.

O planejamento para esse jogo é bem simples. A gente lota o Independência, ganha o jogo com o Cruzeiro e vaia o Gilvan o máximo possível. Exatamente nessa ordem.

Espero todos vocês lá, hein?

Vamos, Cruzeiro!

Autor do post:
Pedro Oliveira

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post