Fazendo Jus [Cruzeiro 3×0 Náutico – Brasileirão 2012]

Salve Nação!

Ontem o Cruzeiro mostrou em campo quase tudo que o torcedor NÃO queria ver durante o primeiro tempo. Entretanto deu a volta por cima no segundo, e por isso o título do pós-jogo de hoje é “fazendo jus”. “Jus” é uma palavra que significa merecer, confirmar. E tem como sinônimo “justo” e “direito”.

Um time que foi a campo sem suas principais peças (Montillo, Ceará, Lucas S. e T. Carvalho), teria que superar um adversário que costuma causar problemas e ser uma pedra no sapato. O Náutico contava com dois jogadores ex-Cruzeiro, que chegaram a ser especulados para voltarem esse ano: o atacante Araújo e o volante Martinez.

E a partida começou da pior forma possível: o Cruzeiro não acertava mais de três passes seguidos e os atacantes não recebiam a bola. Com a ineficiência do meio-campo, o Naútico começou a crescer e foi responsável por uma pressão grande, mas a falta de qualidade do time pernambucano fez com que Fábio não tivesse maiores problemas. E assim terminou o primeiro tempo: 0 a 0, jogo complicado, uma das piores partidas que até então pode se ver no campeonato brasileiro.

No segundo tempo a coisa mudou. O time parece ter acordado – e acredito que aí tenha surtido efeito um puxão de orelha do Roth – e resolveu decidir jogar na raça e na vontade, aquela mesma raça que vínhamos elogiando nos últimos jogos. A disposição do time no começo do segundo tempo seguia o ritmo de Wallyson, responsável por criar as melhores jogadas de ataque. Mas ainda assim o gol não saia (muitas vezes pelos impedimentos dos outros jogadores celestes).

O sorridente e decisivo Borges! "Uh, terror, o Borges é matador!" (Foto: Washington Alves/VIPCOMM)

Mas, o ditado de “quem não faz, leva” não cabe ao Cruzeiro, pois quem tem Borges FAZ. E não deu outra, o TERROR abriu a porteira. Com 1 a 0 no placar, o Cruzeiro não teve mais com o que se preocupar e pode acompanhar a partida com mais calma para esperar os outros gols. E essa paciência toda foi premiada: Élber, um golaço! E logo depois, Tinga deixou W. Paulista livre e pra marcar o terceiro. 3 a 0 e fim de papo!

E aqui, um parágrafo para comentarmos sobre o garoto. Élber desde que subiu, tem seu nome comentado pela torcida. Recebeu algumas chances e nunca havia feito uma partida na qual suprisse a expectativa criada. Prata da casa, ontem sim, o garoto entrou e mostrou qualidade e personalidade. Após o golaço, o garoto presenciou uma das comemorações mais bonitas já vista na história do clube: tirou a camisa, deitou-a no gramado e beijou as cinco estrelas. Um estádio enlouquecido gritava o seu nome. A esperança de que o menino Élber pode vir a se tornar um grande jogador toma conta da torcida.

O Cruzeiro ganhou mais 3 pontos. 3 pontos importantes para que o time faça logo os 45 pontos (#11PontosEContando) e 3 pontos que nos colocam cada vez mais perto do G4. Libertadores não é um sonho impossível (apesar de ser muito difícil).

Saudações Celestes!!

Autor do post:
Stefano "Poke" Marchesini

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

4 Comentários

  • Bernardo Pereira Moreira

    ahahah que tem BORGES, FAZ! Aí sim eim..

    minha teoria é que o time demorou 45 minutos para acostumar com o Souza comandando o meio. Dinâmica diferente do montillo. Mas ta bom demais! Elber simplesmente deveria ficar aqui pra sempre e brilhar muito no cruzeiro

    • Alex

      E o título véi? Vc acha que dá??? Estamos tão longe do primeiro assim não…

      Eu quero gritar “É CAMPEÃO” em Dezembro…

      • André Lelis

        Para contra gosto do meu amigo Pedro Oliveira, melhor em campo domingo (minha opinião) Éverton,
        participando ativamente dos dois primeiros gols como o garoto Élber e funcionando muito bem como uma válvula de escape pelo lado esquerdo.
        O autor do texto diz 11 pontos e contando vamos melhorar 5 vitórias (49 pontos garantidos) para não correr risco nenhum e começar a trilhar coisas mais altas, sonhar não custa nada.

        Parabéns pelo post, abraço.

        • Camila

          #11pontosecontando :(((