Gilvan e o pé de jogadores mágicos

Linda história

Gilvan era um garoto pobre que havia perdido todo seu dinheiro quando outro homem chamado Zezé morava em sua casa. Agora Zezé havia ido embora e deixado Gilvan e sua mãe sem nada, a não ser por Montillo, seu grande jogador.

O tempo frio estava chegando e a mãe de Gilvan pediu ao garoto para levar Montillo ao mercado e trocá-lo por recursos para que eles pudessem sobreviver.

– Filho, eu sei que você ama o Montillo, mas ele é muito valioso e pode render outros ótimos jogadores se o trocarmos. Tenho certeza que ele vai ser muito querido no mercado. Leve ele para mim.

Gilvan ficou muito triste, pois realmente amava Montillo e não queria se desfazer dele. Mas era obediente e queria ajudar sua mãe, então foi para o mercado com o preço de 15 milhões de euros marcado em Montillo.

Chegando ao mercado, Gilvan avistou um homem com vários jogadores batendo bola ao seu redor e perguntou o que estava acontecendo. O homem, chamado Juvenal, lhe explicou.

– Esses aqui são jogadores mágicos. Eles entram em qualquer equipe e jogam muito, destroem, são incríveis. Você pode leva-los que eles vencem qualquer gigante do mundo. Seus nomes são Juan, Maicon, Cícero, João Filipe, Casemiro e Henrique.

– Legal. – Disse Gilvan. – Mas se eles são tão bons assim, por que você não fica com eles e coloca-os em sua equipe?

– Ah, é… É porque eu não quero humilhar as outras equipes. Quero deixar os jogos competitivos.

– Entendi.

– Olha, vi que você tem esse jogador ai, o Montillo. Quer saber? Eu troco TODOS os meus jogadores por esse seu aí. O que você acha?

– Sério? Você faria isso por mim? Que incrível. É claro que aceito.

E assim Gilvan trocou Montillo por seis jogadores mágicos de Juvenal e não os 15 milhões de euros que ajudariam sua família. Mas para ele, esses jogadores ajudariam muito mais que qualquer dinheiro.

Gilvan voltou para a casa e mostrou os jogadores para sua mãe. Ela começou a chorar, a dizer que Gilvan foi roubado, que se desfez de Montillo e pegou uma barca furada de jogadores. Ele disse:

– Não, mãe, você vai ver. O moço disse que com esses jogadores a gente vence qualquer gigante.

Ao dizer isso, Gilvan viu que um gigante estava vindo, chamado Barcelona. Ele pensou “agora vou poder mostrar à minha mãe o valor dos jogadores mágicos que comprei”. Ele mandou os jogadores atacarem Barcelona.

O que se viu foi um banho de sangue. Barcelona matou todos os jogadores mágicos de Gilvan, sua mãe e destruiu sua casa. Gilvan ficou sozinho, sem nada, sem Montillo, sem os 15 milhões, sem sua mãe.

Moral da história: Não venda o Montillo, pois todos ao seu redor podem morrer.

Fim.

Autor do post:
Michael Renzetti

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

4 Comentários