Um gigante chamado Lucas Silva

Denilton Dias/VIPCOMM

Um metro e setenta e cinco. Setenta quilos. E apenas 19 anos. Pode parecer que não, mas esse jogador nascido em Bom Jesus de Goiás – GO tem se mostrado maior do que aparenta. A meu ver, isolado o melhor jogador da partida ontem contra o galinho de Vespasiano e com certeza deverá ser titular absoluto do time até o final do campeonato com um futuro próspero comandando nosso meio de campo.

Fazia tempo não ficávamos tão agradecidos e contentes com a subida de um jogador da base que tem jogado com personalidade, sem sentir a pressão e mostrado um ótimo desempenho. Ainda faltam algumas maldades de jogo, mas esse tipo de experiência só se obtém com o tempo e essa segunda metade do Brasileirão irá proporcionar a este garoto ótimos momentos. Além disso, Lucas mostrou possuir um bom passe e uma ótima noção de marcação e cobertura que nos ajudarão muito em todos os jogos. Seus chutes agradavelmente irresponsáveis da intermediária ainda nos renderão alguns golzinhos; ele só precisa acertar uma para virar rotina.

Entretanto, como todo jogador novo, nosso “volantaço” irá oscilar um pouco em seus desempenhos e peço encarecidamente que não peguem no pé dele quando isto acontecer. Já sofremos demais com essa implicância com o Diego Renan que sempre que atua mal é execrado por parte da torcida. E o resultado não é diferente: se torna um jogador querido por uns e odiado por outros que não consegue ter uma sequência tranquila no time para jogar e mostrar o que sabe. Portanto, vamos utilizar isso como exemplo e deixar o Lucas jogar com tranquilidade.

No mais, torço para que esta revelação faça com que se abram os olhos dos nossos dirigentes e diretores para investirem mais e melhor na base do Cruzeiro. Um jogador por ano é pouco para um grande clube como o nosso e tenho certeza que um trabalho bem feito renderá bons frutos como o Lucas.

Em relação ao Roth, espero que ele tenha percebido o grande jogo do Lucas no clássico e suas ótimas atuações nos outros jogos e passe a escalá-lo com freqüência. Já deu pra sentir firmeza no futebol do garoto e a partir de agora o Cruzeirão é Fábio, Lucas Silva, Montillo e mais 8. Só falta o gol do menino para deixar sua marca neste ano e a titularidade eterna garantida.

Autor do post:
Bernardo Moreira

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

5 Comentários