Batismo de fogo

Será intrínseco do ser humano sofrer? A única coisa que todos os seres humanos compartilham, além do fato de que todos morrem, é que todos sofrem, quaisquer que sejam os motivos.

Agora, será intrínseco do gremista “sofrer” ainda mais? Sim, entre aspas pois como diz o poeta “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”, e se tem uma coisa que a tragédia de Santa Maria deixou claro na minha mente é: não devemos usar palavras como ‘catástrofe’, ‘tragédia’ entre outras á toa.

Mas fica claro que o Grêmio faz com que “soframos” muito. Esse jogo da LDU que acabou agora há pouco demonstra isso. Por que?? Porque tanto sofrimento pra passar para a fase de grupos, caramba?

Perdemos o jogo de ida, parimos uma bigorna pra fazer um gol aqui na Arena, na hora da avalanche cedeu o alambrado, a LDU teve um jogador expulso e enfim a partida foi para os pênaltis.

Na segunda cobrança do Grêmio vai Saimon para cobrar. Zagueiro cobrando pênalti já deixa o cara com um pé atrás. Depois da cobrança dele fiquei com os dois pés atrás. Saimon errou a cobrança. Ali eu me apavorei. Por sorte Reasco (sim, aquele do São Paulo) bateu na trave. E assim fomos até a sexta cobrança. Alex Telles acerta a cobrança e depois um magrão lá que não sei quem é erra, pois não me importa o nome do cara: MARCELO GROHE DEFENDEU O PÊNALTI. Que momento, senhores, que momento!

Enfim, Grohe pegou, passamos, agora é fase de grupos. E digo mais, amigos, já começamos o ano batizados em fogo. Ganhamos com raça. Isso que queremos.

Saudações tricolores.

Autor do post:
Matheus Martins

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Tio chipato

    Buenos dias muchachos! Alguem sabe onde jo encontro una camisa del todo poderozo Huachipato? La nacion Huachipatense esta en fiesta! Abrazos brasilenos! Gracias pela recepcion! Asta la vista maricones! Tio Chipato.