Pode computar menos dois pontos na conta do Roger

42 minutos de segundo tempo, o jogo está zero a zero, um embate forte com poucas chances claras de gol e em uma jogada de bola parada a bola sobra para o centroavante, o camisa 9 do time, ele está sozinho, sem nenhuma marcação, com o goleiro adversário caído, a bola quica na frente do seu pé de preferencia ele vai chutar e…! Que está lendo uma narrativa dessa tem certeza que a próxima frase será: “Goooooooollll”, e seria, se o envolvido no lance não fosse o falador Roger. O mesmo jogador que nos fudeu no dérbi mais importante do século, que jogou uma classificação para final do Paulista no lixo, que já nos tirou inúmeros pontos nesse campeonato, que não aceita críticas, que critica a MAIOR DO INTERIOR, que sai de balada quando pede pra não jogar por estar cansado, que se diz Profissional e Pontepretano.

Sinceramente cansei desse fake, que se acha o Centroavante mas na verdade não passa de um jogadorzinho como os que temos em todos os campeonatos de várzea pelo Brasilzão afora.

Se ele fizesse apenas o básico nossa situação seria bem melhor no campeonato e estaríamos certamente lutando no G5.

Tirando TUDO isso, a Ponte não conseguiu vencer o bom time carioca, com ótimos jogadores e um toque de bola envolvente, mesmo assim não permitimos que o time de Garrincha criasse grandes jogadas e nosso goleiro tratou de fazer seu papel muito bem.

Gilson Kleina resumiu o jogo muito bem, o foguinho teve mais domínio territorial mas a MACACA criou as melhores chances e no final o placar foi justo e ruim para nós.

Bola Preta – Edson Bastos foi muito seguro quando exigido e garantiu o empate.

Próximo jogo – A Macaca joga novamente no Majestoso no próximo fds. Por isso teremos 7 dias para se preparar para esse jogo e vamos vencer.

 

Autor do post:
Henrique Badan Sanches

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário