O inicio da maturidade

Amigos da nau lusitana,

Ontem no gelado Canindé, diante de pouquíssimas testemunhas, nossa Lusa venceu a segunda partida seguida no campeonato diante do adversário direto na briga pela permanência Ponte Preta por 2×1.

Bruninho substituindo Ferdinando (suspenso) foi a única modificação no onze que Guto Ferreira mandou a campo.

Se não se viu o mesmo rolo compressor da partida anterior, se viu em campo um time bem compactado, sabendo o que estava fazendo e aonde queria chegar.

A vitória foi construída ao longo dos 90 minutos e o placar ficou até pequeno diante das oportunidades perdidas e até mesmo pela diminuição do ritmo no segundo tempo.

Com o time mais compactado dentro de campo, a zaga fica menos exposta e com isso, uma consistência maior se vê dentro das 4 linhas.

Moisés Moura e Rogério estão jogando mais soltos.

Nosso camisa 3 esta mais comunicativo em campo orientando o posicionamento junto com Valdomiro e Rogério tem ganhado mais confiança para partir para o ataque e tem conseguido realizar boas jogadas, se tornando uma alternativa a mais para o time.

Souza e Diogo mais uma vez destruíram e jogaram o fino da bola.

Luis Ricardo fez uma jogada de gênio no segundo tempo que por pouco não se tornou o terceiro gol luso na partida (graças a intervenção do bom goleiro Roberto da Ponte).

Maturidade e união: Ingredientes que podem fazer a diferença.

Maturidade e união: Ingredientes que podem fazer a diferença.

O que falar de nosso camisa 9…o “Gibandowiski” ?

Podem falar que ele é caneludo, mas tem feito gols importantes (já soma 6 no Brasileirão) e mais do que isso: tem feito uma função tática de apertar a marcação no campo de ataque e tem ajudado muito o time como um todo.

Bruninho também foi muito bem enquanto teve fôlego.

Começou inseguro mas depois mostrou desenvoltura e arriscou boas chegadas ao ataque.

Inclusive no lance do pênalti, foi dele o passe para o Diogo.

Ai a meu ver vem o ponto negativo: no lugar de Bruninho, nosso estrategista colocou em campo Corrêa.

Com esta substituição, nosso meio campo perdeu pegada, e deu espaços para o time campineiro.

Inclusive neste espaço, começaram a surgir faltas e mais faltas para parar a jogada.

Numa delas saiu o gol.

A meu ver, Corrêa não tem condições de atuar em alto nível e a partida de ontem ele destoou negativamente do restante do time.

Tirando isso, a maturidade que este time começa a mostrar em campo começa a nos dar uma esperança de que a história poderá ser diferente e o rebaixamento poderá ser revertido.

Próxima partida, fechando o turno, parada dura e indigesta contra o Grêmio em Porto Alegre.

Quem sabe repetimos o feito do ano passado e voltamos com 3 pontos na bagagem ?

Afinal, como cantou nossos bravos torcedores ao final da partida de ontem, EU ACREDITO !!!

E você torcedor luso…acredita ?

 

Autor do post:
Rodrigo Guilhoto

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post