O ritmo não pode parar…

Amigos da nau lusitana,

Depois de mais uma semana refugiada no interior, nossa Lusa entrou em campo frente a um descompromissado Internacional no Beira Rio.

Apesar do placar final 2×0, confesso que sofri demais assistindo à partida pela TV. Gritava como se estivesse no estádio à beira do campo como se os jogadores me ouvissem cantando jogadas e distribuindo broncas a cada erro.

Torcer pra Lusa definitivamente não é fácil.

Nunca foi, mas ultimamente tem se tornado um verdadeiro teste para cardíaco.

A rodada ajudou. Sport e Bahia empataram seus jogos.

Mas como falamos de Associação Portuguesa de Desportos, não podemos dizer que estamos cômodos.

Cômodos mesmo, só estaremos as 19hs de domingo, assim espero com muita fé em Deus.

E doido pra queimar a lingua…

O grupo TODO deve manter a mesma pegada, concentração, foco e segurança da última partida.

Mesmo jogando por dois resultados (empate e vitória) temos que entrar buscando os 3 pontos.

Pois quem busca 3 acha 1. Agora quem entra para buscar 1 pode ficar com as mãos abanando…

Geninho tem o grupo todo a sua disposição com o retorno de Valdomiro, desta forma, o time (salvo algum imprevisto de última hora) deve ser o mesmo que já conhecemos: Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Boquita e Moisés; Ananias e Bruno Mineiro.

Até domingo no Canindé !

LUSA SEMPRE CONTRA TUDO E CONTRA TODOS !!!

Autor do post:
Rodrigo Guilhoto

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post