Eleições do Santa Cruz: Minha Sincera e Última Opinião

Bom gente, adianto que será um pouco longo, não quero ter que falar mais sobre isto. Eu já disse tantas coisas que gostaria de não ter que dizer mais nada. Mas não tem jeito, me colocaram na berlinda, não como carruagem, alvo ou bode expiatório, mas como “formadora de opinião”, algo que nem acho que sou. Enfim, são e-mails, telefonemas (que eu digo logo que não atendo) e mensagens diárias no twitter perguntando com quem estou nestas eleições. Alguns até dizem que querem saber porque gostariam de seguir o meu voto. Fiquei preocupada com isso. Vamos aos fatos.

Já falei que votaria em ALN independente do que aconteceria no Brasileiro em 2012, logo em seguida (segundos após a desclassificação), disse que talvez mudaria o meu voto, e um amigo até citou – “é o calor da emoção” – depois escrevi um texto me explicando e pedindo desculpas porque não sou uma mulher escorregadia e costumo defender o que acho certo. Neste caso, o questionamento poderia ser único: “O que de fato é o melhor para o Santa Cruz?”. Mas as coisas não são tão simples assim.

Para início de conversa, de todas as barbaridades (ou não) que falei até hoje, a mais sensata foi esta:

“Não preciso agredir, magoar, acusar, inventar e mt menos fazer inimizades p/ eleger 1 presidente p/ o meu Clube. Repito, apoio quem vencer.” (November 15 via Twitter)

Escrevi e repito mil vezes, apoio quem vencer, ALN ou JB, mas não serei cabo eleitoral de nenhum, por “n” motivos. Como tinha dito, os questionamentos são muitos (falo por mim), se não tenho respostas, não posso defender uma candidatura e talvez nem vá votar. Tudo vai depender de como eu acordar no dia. Se for de TPM… foi-se!

Relembrando um pouco da história…

Fiz campanha para ALN e JB na briga contra Sérgio Murilo (que até acredito que seja uma boa pessoa), mas, naquele momento, achei que o Santa Cruz sairia mais fortalecido com a chapa dos que agora brigam, e foi o que aconteceu, venceram de lavada.

Pergunto, dois títulos e um acesso, na conjuntura que se encontrava o Santa Cruz merece uma reeleição? Sim. Merece. E até aí estava tudo bem, até que (uma união que já começou rachada e forçada) rachou de vez. ALN, um político, nascido e criado no Arruda, popular, santacruzense, que passaria por uma eleição no momento mais complicado da sua vitoriosa gestão. O que ele focaria? Ele vive da política, não do Santa Cruz. Só que neste momento conturbado, de eleições e a queda de rendimento da equipe, ele já não tinha mais um vice. JB não entregou o cargo, fez uma carta pedindo afastamento. E realmente se afastou. Mas algo precisa ser dito, quem chega como presidente no Santa Cruz afasta mesmo a todos… um grande mistério… algo paraSherlock”!

JB, um grande (e até então desconhecido) gestor, fez um bom trabalho dentro do Clube, comprovados por sinal, e também se mostrou um grande santacruzense, levou o Grupo Veneno Coral para dentro do Clube (administrativamente falando), ou o Veneno Coral foi quem o levou (não sei bem). E aos poucos, na reta final, foram saindo um por um. Lembro que JB foi afastado do financeiro para o futebol sem maiores explicações, setor que já era representado por Albertino (que parece que mudou de lado, não sei bem) e Osmundo na Base (Ambos da Veneno Coral), Osmundo também entregou carta de renúncia, teve os motivos dele. Albertino acredito que continua, mas quem mandava no futebol era mesmo Sandro e Zé Teodoro (ninguém mais). Até eu entregaria. Só meu amigo Tininho que não larga o osso, mas ele deve ter os motivos dele, não me interessa.

Não vou citar nomes para evitar maiores problemas comigo (até porque tenho estudado Direito Civil e Penal, estou um pouco surtada, mas não burra), mas o que tenho escutado é o seguinte:

– Tenho provas de fraudes;

– Ameaçaram fulano de morte;

– Estão fabricando sócios;

– Preciso abrir os seus olhos… como se eu não os tivessem bem abertos.

Entre outras coisas até mais graves… que não podem jamais vir a público. Ambos dizem que não têm rabos presos, precisamos acreditar.

Mas o povo (em especial o de JB), que se juntou com o povo de Sérgio Murilo da eleição passada, querem um debate! Alegam que ele tem um bom projeto e o atual presidente não tem. Será que não tem? Ele vai para assembleia, para casa, dorme tranquilo e nem pensa no Santa Cruz. Será que é assim? Acredito que não.

Outro dia citei no twitter uma frase que minha mãe diz quando estou magoada com alguém ou desesperada com algo. Ela diz assim: “Olhe para suas mãos. Olhando? Está vendo 5 dedos e TODOS diferentes? É isso.” E é isso que eu vejo em vocês, pessoas diferentes, jogando diferente, mas não cabe a mim julgar qual é o certo ou o errado.

Como prometi escrever a minha sincera opinião, lá vai:

Existe tempo para tudo. E por muitas vezes nós confundimos o nosso tempo. Pensamos que o tempo chegou, mas ele ainda está fazendo a primeira curva, ou talvez a última reta, mas ainda não chegou. A minha opinião é que JB poderia ter esperado mais 2 anos. Primeiro, por ter feito parte desta gestão por mais da metade dela, se fez ou viu algo errado, saiba que isso vai acontecer caso ele vença também. Ameaças não levam ninguém a lugar algum. Só nos traz dor de cabeça e inimizades. Isso é futebol. Segundo, porque essa guerrinha é totalmente desnecessária, pessoas se agredindo em redes sociais, falando tanta besteira que me dá nojo, tudo isso poderia ter sido evitado.

Sempre defendi o processo eleitoral, acho que a oposição precisa existir não apenas na briga pelo voto, mas durante toda a gestão, precisa ter voz e ser ativa no Clube. Mas, desta vez não concordei com a maneira que esta foi criada, com pedaços da atual. Provas de coisas erradas. Militância descontrolada. Se eu fizesse parte da Veneno Coral diria assim: “Nós já conseguimos entrar (e não foi fácil), agora vamos aprimorar, e na próxima entramos mesmo para briga, de maneira limpa, justa e com um projeto bacana e bem estruturado”. Caramba, tenho um carinho tão grande por alguns que fazem a Veneno Coral, lembro do meu aniversário em 2007 quando eu nem os conhecia e vocês levaram uma camisa para mim e desde então somos amigos, a ajuda que tentou ser dada no Social (quando eu era blindada por todos), as excursões que eu marcava no ETC e que Osmundo nunca me negou o estacionamento, preciso dizer que gosto mesmo de vocês e acredito que são capazes de tocar o Santa Cruz Futebol Clube. Mas não estou gostando da postura de alguns do grupo, não estou e não preciso citar. Não tenho paciência para rebelde e para maluco muito menos. Revejam isso.

Fraude e atualizações de sócios, ligações, isso sempre aconteceu e sempre vai acontecer. Não estou dizendo que é o correto e que temos que aceitar, mas agir como se nunca tivesse acontecido? Isso é coisa de gente doida. Eu toco. A última e primeira vez que nós (sócios) vencemos “a máquina” foi para colocar Édson Nogueira e vejam no que deu. Tiro no pé. Isso só faz me lembrar do Collor… a democracia às vezes (muitas vezes) também é burra, precisamos admitir. Povo de memória fraca…

E para o ALN preciso falar, o povo quer debate, vai para rádio homem, debate logo esse “troço”! Garanto que você só tem a ganhar com isso, mesmo que perca nas urnas. É preciso dá a cara a tapa. Estão dizendo que você não tem projeto, mostre um projeto! As coisas são tão simples, não sei porque vocês complicam tanto. Uma pessoa que tem como “conselheiro” o meu amigo e professor Sylvio Ferreira não pode agir como um fantasma. Precisa encarar os fatos. Acertou, errou, paciência… faz parte do jogo. Olha para mim, tive vontade de matarrrrrrr você por não demitir Zé Teodoro no tempo certo, mas a raiva passou, não sou tão ingrata assim.

Por fim, preciso dizer, que não tenho falado com ninguém de ambas as chapas, não vou participar de reuniões, nem de chapa de conselho, não fico de leva e traz e nem sei se vou votar (até porque também tenho os meus problemas extra SC). E gostaria de pedir que não fiquem magoados comigo por isso. Tenho amigos e não-amigos (não gosto de dizer inimigos) de ambos os lados, e saibam que aqueles em que eu abraço ao chegar ao Arruda, tenho como amigos, até que vocês provem o contrário.

Aos amigos e leitores, balança, meus caros, balança. É assim que se decide algo. Volto com a pergunta: “O que você acha que é o melhor para o Santa Cruz?”. Esqueçam os amigos e sigam a razão (ou o coração), todos passam, o Clube fica. Eu tenho dois conselheiros quando o assunto é futebol, meu pai e a razão, o coração é o terceiro, mas geralmente vou junto com os dois primeiros. É isso. Espero ter ajudado.

Desejo sorte a todos e Saudações Corais, sempre!

Autor do post:
Danielle Leal

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post