Náutico 3×0 SANTOS – Aflitos…

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS, GERALDINOS DA VILA.

Nunca um nome de estádio casou tão bem com uma situação. No estádio dos Aflitos, foi exatamente assim que a situação do Santos pareceu: aflitiva.

Chega a ser difícil definir o que aflige mais neste time do Santos. Se é a falta de organização, a aparente falta de vontade, se é a bola que não entra, se é o excesso de desfalques… Na verdade tudo isso acaba se somando, numa situação realmente aterrorizante.

Talvez, talvez, o mais assustador de tudo (e olha que o tudo é beeem assustador) seja a falta de perspectiva. Quer dizer, quando o time perde mostrando algum valor, ainda existe a esperança. Agora, esse time do Santos está medíocre. Meu, as duas vitórias no campeonato dependeram de uma atuação brilhante de Felipe Anderson – coisa, que, como nós sabemos, acontece uma vez a cada duas temporadas, pelo menos – e de uma falha bisonha do goleiro da Ponta Preta.

E nós não conseguimos marcar gol no reserva do Felipe. RESERVA DO MÃO DE ALFACE! PORRRAA!

Aliás, quando um time não tem UM lance de perigo contra um time do quilate do Náutico (desculpaê Náutico), você pensa o que este time fica fazendo a semana inteira. Pô, tem um treinador caro pacacete, uma puta duma estrutura, e não rola nem uma jogada? Nem um “UHHHH”? Nada, nada?

Enfim, já estou conformado de jogar a Copa do Brasil ano que vem. Agora, que seja na primeira divisão, né, cacete!

Quarta é contra o Cruzeiro. É em casa, mas pouco importa. Que Deus nos proteja…

REAGEE, PORRAA!!

VAI PRA CIMA DELES SANTOOS!!

Autor do post:
Danilo Hatori

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post