SANTOS 2×0 Universidad de Chile – É CAMPEÃO!

Neymar, Léo, Dracena e mais uma pro Memorial!

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS, GERALDINOS DA VILA!

É CAMPEÃO! É CAMPEÃO!

Não, não mudei minha opinião em relação ao último post. Continuo não achando a Recopa algo tão digno de comemoração. Mas é título, e o Santos teve muitos méritos em disputá-lo. Logo, é sim motivo de comemoração.

Como previa meu otimismo, o Peixe seria um time muito melhor que a equipe que meramente entrou em campo contra a Portuguesa. É fato constatado vezes demais, mas é porque é verdade: o Santos com Neymar muda de um bando de jogadores para um time.

O primeiro gol foi a prova cabal desta situação. Foi de Neymar, sim, mas obra de um trabalho coletivo pouco visto nos jogos recentes do Peixe. Lançamento de Léo (após uma caneta desmoralizante no lateral da La U) , jogada certinha de Felipe Anderson (coisa raríssima, devemos aplaudir!), pivô bem-feito de André pro Neymar e aí, caiu no pé do mito, já era!

Na verdade, sendo bem honesto, essa jogada demonstrou uma situação que tem sido rara mesmo com Neymar em campo. Afinal, analisando o jogo contra o Coritiba, o time continuava sendo um bando, que só ficou esperando a Jóia decidir. Desta vez teve mais jogo coletivo, mais cara de time.

Pegue o Felipe Anderson, por exemplo: correr, ajudou na marcação, participou do lance do primeiro gol e cruzou certinho na cabeça do Bruno Rodrigo no segundo. Atuação irrepreensível!

Claro, na minha opinião tem a ver com a iluminação tardia do Muricy: JUAN NÃO!!!! Tanto que ele forçou o Léo que, fora das condições ideais, acabou tendo que sair. Mãããããs, na substituição, quem entrou para nossa alegria? Gérson Magrão! Tá, não que isso represente uma graaaande alegria, mas, ei, alguém aí preferia o Juan?

E no fim das contas o Felipe Anderson acabou inclusive queimando a minha língua, só porque eu teria colocado o Bernardo. Beleza, que faça isso sempre.

Vale destacar o momento de erguer o troféu, quando o Mito chamou o nosso guerreiro Léo e o capitão Edu Dracena para levantar o caneco com ele. Histórico! Bonito mesmo!

Agora é dar seguimento com o Brasileirão. Domingo voltamos à campo contra o Grêmio, lá no Olímpico. Jogo dificílimo, contra nossos conhecidos Luxemburgo e Elano. Ah, Elano…

E bora ver se essa pegada se mantém! Se continuar assim (difícil, mas não custa rezar) podemos até pensar um pouco mais alto…

Vamos torcer, que aqui é Santos! CAMPEÃO DA RECOPA 2012!

VAI PRA CIMA DELES SANTOOS!

Melhores momentos e bastidores:

 

Autor do post:
Danilo Hatori

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post