Ainda temos fé?

Impressionante mesmo é como o futebol muda. Há uns meses atrás, a certeza da Série A e de um possível título era tão grande, que ninguém nunca seria capaz de imaginar o que está acontecendo agora. Mas o que é que está acontecendo agora hein?

Essa tarde assisti o jogo do Leão com meu irmão, um tio e uma tia, todos os três com uma forma diferente de demonstrar seu amor pelo Vitória. Meu irmão nem assistiu o jogo, ficava no quarto e só vinha quando tinha algum lance importante. Ele só fazia comentários negativos, mas o que me deixou pensando foi esse: “Já tenho 35 anos disso já, Chel, eu sei até onde a gente vai, e isso aí, pode acreditar, é o normal…” Eu na verdade não quis e nem acredito nisso.

Meu tio torce de um jeito diferente. Pense num torcedor fanático, que todo mês compra camisa nova, todo jogo compra uma bandeira nova, e até viaja pra ver o Vitória jogar? Então, ele é assim. Só que torce mais na dele, sabe? É do tipo que tem esperanças, até os 46 do segundo tempo, mas não demonstra nada. Ele me disse assim: ” Rapaz, o problema do Vitória é essa diretoria! São esses jogadores vagabundos. Isso é vergonhoso.”

Já minha tia, bom, ela é a mais positiva. Se meu tio tem fé até os 46, ela só para de acreditar quando as luzes do estádio já se apagaram. E foi isso que ela disse: “Que nada minha filha, não escute eles não. Nós vamos subir sim! Vamos ganhar do Joinville e depois é festa aqui, fique tranquila.” Eu não consegui ficar tranquila.

Pra falar a verdade, eu não sei o que está acontecendo. Não sei se os jogadores tão fazendo corpo mole porque a diretoria não quis dar os 5 milhões a eles. Mas pera, isso é verdade mesmo, dos 5 milhões? E por que até hoje Uelliton tá jogando no Vitória? Será que ele perdeu o pênalti por que ele quis? E o gol contra, ele fez de propósito?

Eu digo pra vocês, que são torcedores do Vitória, que estão presentes no Barradão todos os jogos e viram o Vitória perder pro Bragantino aqui no Barradão por 1×0, mas também viram o sufoco que foi ganhar do CRB com 35 mil no Barradão… que não acreditaram na derrota do São Caetano, não estão aceitando a vergonha que estamos passando nesse segundo turno, e já estão cansados de acreditar: MANTENHAM A FÉ.

Pra ser sincera, eu não sei o que vai acontecer se tudo der errado, mas por hora, mantenham a fé.

Foram eles que me ensinaram a amar esse time. Família Rubro-Negra!

SRN.

Autor do post:
Rachel Dias

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

8 Comentários

  • roberto dias

    Rachel dias seu irmão não esta sendo negativo sim realista, o Vitoria perdeu jogos em casa decisivos na hora que não podia perder, realmente tenho 35 anos de VITORIA com muito orgulho mas não vou fechar meus olhos para essa vergonha que esta sendo ver o VITORIA jogar. Vi o Vitoria perder titulos ganhos, como o de 1993 para o parana o de 1994 para o Jahia o de 2006 para o criciuma sem fala nos ultimos baianos. Não sou pesimista sou Vitoria mas tudo cansa uma hora. Lembra quantos jogos fui esse ano? . Beijos minha irmã linda continue na luta pois eu to arriando o remo.

    • Iago Oliveira

      Difícil manter a fé em um time com atletas que não querem subir…

      • wilson

        Retroceder nunca, render-se jamais, lembra dessa frase Roberto? nao tenhos seus 35, tenho 32, mas vi e vivi esse sofrimento de 92 pra ca, as vezes da vontade sim de srriar o remo como voce disse, mas como Rachel bem falou, vamos ter fé, pois só nela podemos nos apegar, jogadores? Diretoria? esses passarão e nosso Leão? pense que voce tem no minimo mais 40 anos de Vitória pela frente levando em conta a expectativa media da populaçao Brasileira, portanto, vamos a luta irmão, pensamento positivo e com fé serie A 2013

        • Ivan

          O que eu não consigo entender é como um técnico experiente como PC Gusmão, insiste em escalar jogadores que não querem mais honrar o manto rubro-negro!!!
          Gabriel, Uelliton (Cachacinha), Marquinhos, ah pelo amor de Deus!!!!!
          Eu, sendo Alex Portela, contrataria detetives para seguir os jogadores manguaceiros, e no dia seguinte no treino, mandava essa cambada TUDO EMBORA!!!!
          Se estão com os salários e premiações em dia, estão esperando o que mais para honrar o Vitória e levar-nos de volta à série A???

          • De Souza

            Fé? Não depende de fé. Futebol é bola no pé! Nada de fé… Mandinga, talismã, bozó, orixá e outras práticas não resolvem. O de que precisamos é de competência. Quem ganha jogo é a competência.

            No caso do Criciúma, com uma modesta equipe, o que valeu não foi fé, mas um trabalho à parte que foi feito com técnicas de psicanálise servindo-se de uma equipe de psicólogos para fazer a cabeça dessa renca de jogadores desmiolados que só pensa em gastar a boa grana que recebem com os prazeres imediatos da vida, desprezando a condição de atleta.

            No nosso caso, do rubro-negro baiano… Não sei como… Mas a Direção do Vitória precisa se livrar de jogadores que se encontram no âmbito da mediania a exemplo de Gilson, Tartá, Dinei, Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos, Fernando Bob, Michel, Douglas, Uéliton Duas caras, Marcelo Nicácio e outros maus reservas que pululam por aí vestindo o manto do rubro-negro baiano além das sempiternas esperanças Arthur Maia, Léo Sarará, Romário, Dankler e outros.

            Difícil, não é? Mas o Vitória tem de ser corajoso e livrar-se dessas marrentas sanguessugas. O Vitória merece gente melhor em seu elenco, talvez fazer o que o Criciúma fez em contratar um psicólogo que levantou o astral da modesta equipe pré-qualificada para ascender à série A do brasileirão. São poucos os treinadores que se servem de técnicas na esfera da psicanálise. Que fazer? Não sei. Confio na sabedoria da Diretoria para arrumar a casa e soltar verdadeiramente o Leão. Soltar o Leão!

            isnet@oi.com.br

            • Daise Moitinho

              É isso ai Rachel Moitinho manteremos a fé sim, tudo vai dá certo. Homenagem muito show.
              Bjs

              • Ester

                É mesmo temos quer ter fé por mais das dificuldades que enfrentamos com o Vitória temos quer ter muita fé e paciência !!!

              • Roberta

                Nós torcedores temos que ter fé sim!!! Quem nao pode, De Souza são os jogaodres, a diretoria, o treinador….pra nós fé ajuda e muita, pois são as nossas energias, entregues a cada jogo no Barradão que incentiva e mantém a garra dos jogadores, pelo menos dos que honram a camisa rubro negra!! Mas vc também está certo, precisamos de gente competente!!