Sabadão, Barradão… Primeira Divisão!

Para colocar as mãos na classificação à Série A, o Esporte Clube Vitória encara o Atlético – PR, quinto colocado na tabela e a oito pontos do Leão. A partida deste sábado (20) é válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Leão e Furacão duelam no estádio Manoel Barradas (Barradão), às 16h00.

Perto da pontuação considerada adequada (65 pontos), o Vitória quer logo garantir sua vaga na primeira divisão de 2013 e espera total apoio da torcida, para que o acesso venha o quanto antes. Para alcançar a meta, o Leão terá pela frente outro Rubro- Negro, o Atlético – PR, embalado pela última vitória em casa, contra o Avaí por 3×1.

Sem contar com o seu parceiro de zaga, Victor Ramos – vetado pelo Departamento Médico – Gabriel Paulista acredita em um jogo aberto, mas crê nos 3 pontos que serão essenciais, pois o time baiano abriria 11 pontos de distância para o time paranaense. O atleta que completa 100 jogos com a camisa rubro-negra, volta após cumprir suspensão automática na partida de terça-feira, contra o ASA.

”Os jogos contra o ABC e o ASA foram mais difíceis para a gente, porque eles vieram sempre defendendo e só no contra-ataque. O Atlético-PR precisa vencer, e a gente também. Vai ser um jogo mais aberto com as duas equipes procurando o gol. Vai ser um jogo como foi contra o Goiás. Nós já conversamos sobre isso e vamos jogar melhor do que nas outras partidas”, disse Gabriel.

 

Vitória x Atlético-PR se enfrentam amanhã às 16 horas.

Sem o maestro, a esperança passa ser o ataque – Do lado atleticano, o pensamento é entrar no chamado G-4 o quanto antes. Para isto, o Rubro-Negro paranaense conta com os gols da sua dupla de ataque: Marcelo e Marcão. A notícia ruim fica para o desfalque do seu principal jogador – o meia Paulo Baier, que vai ser poupado deste duelo.

O responsável pelas jogadas de meia será Elias, ex- jogador do Bahia. O atleta conhece bem o Barradão, e dá dicas para fazer a torcida de voltar contra o time.

”Já joguei lá várias vezes contra o Vitória e sei que, a partir do momento em que eles não fazem o gol, a torcida começa a cobrar um pouco. Tem que ter essa experiência, não sofrer gol no começo e tocar a bola para que a gente possa cadenciar mais o jogo e não deixar eles jogarem. Lá, eles têm uma característica de muita correria. Então, tem que ter tranquilidade e precisão nas bolas em que a gente tiver oportunidade para fazer o gol”, declarou o camisa 10 de sábado.

 

Segredo é a arma – Durante a semana, o técnico do Vitória, Paulo César Carpegianni, declarou que não anunciaria o time antes da partida, criando assim um mistério na provável escalação leonina.

”Não sei ainda qual o time que vai jogar. Se vão ser três zagueiros, três volantes ou três atacantes. Ele acabou testando três formações ontem (quinta), e vamos esperar para ver o que ele vai decidir”, disse o capitão Uelliton.

Para Sábado, o apito central será de Marcio Chagas da Silva (RS), auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Pablo Almeida da Costa (MG).

No primeiro turno, Vitória e Atlético fizeram um duelo disputado no Paraná. A partida acabou com a vitória do Rubro-Negro baiano por 1×0, gol do atacante Leílson.

 

Prováveis escalações:

Vitória: Deola; Josué, Rodrigo Mancha e Gabriel Paulista; Nino Paraíba, Uelliton, Michel, Pedro Ken e Gilson; Marquinhos e Élton. Técnico: PC Carpegiani

 

Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão. Técnico: Ricardo Drubscky

 

 

 

Autor do post:
Flávio Sande

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post