Vitória aproxima-se da classificação antecipada no Nordestão‏

Olá, caros leitores,

Aqui vos fala Jorge Sacramento, um dos maiores rubro-negros da história da Bahia.

Domingo foi um dia especial, juntamente com o jovem Gabriel, o meu filho de 11 anos. Fomos até o Barradão para conferir de perto a equipe do Vitória que faria sua terceira partida pela Copa do Nordeste 2013. Confesso que esperava uma goleada, assim como a maioria dos torcedores presentes na Toca do Leão debaixo de um sol escaldante. O que se ouvia nas arquibancadas eram comentários referentes à partida: “Hoje será mais uma goleada! Vencemos bem o Salgueiro, hoje não será diferente! Viramos contra o América fora de casa, hoje será 4×0.”

(Imagem: Eduardo Martins - Agência A Tarde)

Ironia do destino, o velho ranço rubro-negro reapareceu após um primeiro tempo tranquilo, onde dominou o ASA. O Vitória fez um segundo tempo pífio e quase sedeu o empate à equipe alagoana. Mesmo assim, com 100% de aproveitamento na Copa do Nordeste, a equipe rubro-negra venceu por 2 a 1 e garantiu a liderança isolada do grupo C, com nove pontos. A estreia de Renato Cajá, cotado como maestro do elenco na temporada, foi com o pé direito. O meia marcou duas vezes e garantiu o triunfo. O que se viu foi um primeiro tempo como gostamos! Com o Vitória se movimentando muito bem, e ocupando os espaços, ao ASA restava se defender e tentar alguns contra ataques, porém sem sucesso.

O lateral direito Dimas atuou bem durante os primeiros 45 minutos, contudo foi substituído por Nino Paraíba, que está longe de chegar aquela forma que todos nós conhecemos. No setor de meio campo, Neto Coruja se destacou com muita movimentação e poder de marcação. Na lateral esquerda, Mansur não comprometeu. Os zagueiros David Braz e Gabriel Paulista parecem estar se entrosando a cada partida, e também souberam segurar os ataques do adversário. No ataque, Nicácio passou em branco, vendo Renato Cajá marcar dois gols, com destaque para o segundo, onde acertou no ângulo do goleiro alagoano com um belo arremate da entrada da grande área.

O jogo

Logo aos 10 minutos do primeiro tempo, o estreante Renato Cajá aproveitou o cruzamento de Neto Coruja para abrir o placar no Barradão. O camisa dez mostrava que estava querendo jogo. Aos 27 minutos, o meia recebeu o lançamento, invadiu a área e chutou com força, sem chances para o goleiro Gilson. Vitória 2×0 ASA.

O segundo gol acordou os jogadores do ASA. Depois de algumas tentativas, o clube alagoano aproveitou cobrança de falta – muito mal marcada pelo árbitro – e contou com o desvio na barreira rubro-negra, que tirou o goleiro Deola da jogada. Vitória 2×1 ASA.

As duas equipes voltam a se enfrentar pela quarta rodada da mesma Copa do Nordeste, quarta feira dia 30, às 21h15 (horário de Brasília), no estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas. Se o Vitória vencer, praticamente garante a vaga na segunda fase. Já ao Asa, resta lutar pelo triunfo para se manter vivo na competição.

Ficha Técnica

Campeonato do Nordeste

Vitória x ASA

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: Domingo, 27 de janeiro.

Árbitro: Clizaldo Maroja Di Pace França (PB).

Assistentes: Luís Filipe Gonçalves Correa (PB) e Oberto da Silva Santos (PB).

Gols: Renato Cajá (Vitória) / Chiquinho (ASA)

Vitória: Deola; Dimas (Nino Paraíba), Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Neto Coruja, Mineiro (Fernando Bob) e Renato Cajá; Marquinhos (Alan Pinheiro) e Marcelo Nicácio. Técnico: Caio Júnior.

ASA: Gilson; Osmar, Tiago Garça, Edson Veneno e Chiquinho (Felipe); Basílio, Cal (Geovane), Marcus Vinicius e Didira; Rodigo Dantas (Thallyson) e Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

Autor do post:
Jorge Sacramento

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

Seja o primeiro a comentar este post