Que pena que o nosso país não dá o devido valor aos demais esportes

Por Fernando Meligeni, o Fininho. Texto copiado e colado do blog dele na ESPN

O título é forte? Pode até ser. Mas seja sincero e me responda uma coisa. Você não acha que aqui se dá muito valor a coisas sem valor ou acontecimentos que não tem tanta relevância e muitas vezes deixam as coisas importantes de fora?

Outra coisa impressionante no nosso país e desta vez tem a ver com o esporte é o espaço que o futebol tem e as coisas importantes das outras modalidades não. Fico altamente decepcionado com isso.

Falando nessa discrepância e pouca repercussão das coisas conto a vocês que o nosso querido Gustavo Kuerten esta semana será homenageado no Hall da fama. Só isso. Você sabia?

Engraçado que além de não ter escutado, lido quase nada ou nada tem gente que ainda dá os ombros para a informação como se isso fosse normal ou sem tanta importância. Fico imaginando. O que é importante? A última transação de um certo jogador de futebol que saiu pela enésima vez de um clube e foi para outro porque queria ganhar mais ou porque brigou com o técnico? Ou a má fase de outro que jogava melhor em um clube que joga agora?

Não quero aqui comparar forças, mas me perdoem. O cara será imortalizado no Hall of Fame em Newport. Uma coisa que até alguns anos atrás era impossível para um tenista brasileiro. O cara ganhou 3 Roland Garros 1 Master e foi número 1 do mundo. Só isso. E pouco ou quase nada se fala. Imaginem os outros esportes, outros atletas, outros eventos esportivos. É justo?

Crítica? Revolta? Cuidando do meu esporte? Viajando? Delirando? Não me importa como vão encarar este post. O que me importa é que as pessoas, imprensa, amigos, inimigos e quem mais entre neste pacote entendam o importante que é este momento e o quanto nosso esporte e todos os outros merecem mais espaço.

Não se esqueçam que estamos a menos de um mês de uma Olimpíada e a 4 anos dos jogos aqui no Brasil. Vamos apenas falar de futebol? Vende? Eu sei que vende. Mas então baixem uma lei no país que só se ajuda o futebol e só se fala dele. Assim seria mais justo. Já saberíamos que no nosso país só se respira e se respeita um esporte. Só faltava isso.

Ah, aproveitando. Já que quase ninguém fala e pouco se ajuda. Nem pensem em criticar ou falar mal dos atletas DOS OUTROS ESPORTES que não tragam medalhas ou bons resultados em Londres. Beleza?

Viva o esporte mambembe do nosso país e a falsa informação que os atletas estão sendo muito bem preparados para as competições mais importantes de suas vidas

Autor do post:
Tadeu Rover

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Guiga

    Assino em baixo. Como colunista do Futebol Americano sei muito bem do que você trata. Alguns times do FA já se renderam (sem julgamento) a esta máxima e adotaram nomes de times do futebol para chamar mais atenção e conquistar fãs (Corinthians, Coritiba, Vasco, Fluminense, etc…).
    Nosso país é patético no quesito “apoio aos demais esportes”.