Regras mal-interpretadas e Arbitragem Vergonhosa!

O título do post pode ser considerado o lema da NFL 2012-13. O jogo de ontem entre Green Bay Packers e Seattle Seahawks terminou com uma jogada horrivelmente mal-interpretada e que determinou o vencedor da partida! Obviamente que ninguém estaria falando tanto dela se não fossem as outras tantas jogadas incorretamente apitadas pelas zebras reservas, mas essa merece atenção especial!

Pra quem não viu o jogo,os Packers venciam o jogo por 12 x 7 e os Seahawks tinham 8 segundos para uma última jogada próximo à linha de 20 jardas do ataque. O down era uma 4ª para 10 jardas e só havia uma coisa a fazer: o famoso Hail Mary! Russel Wilson lanço a bola pra cima no corner esquerdo da endzone, 4 jogadores saltaram e a disputa se deu entre MD Jennings (Green Bay) e Golden Tate (Seattle). Claramente Jennings tomou a posse da bola com as duas mãos, mas Golden Tate colocou uma mão na bola e a disputou no chão, conquistando a posse no fim. O engraçado foi ver um arbitro dando o Touchdown e outro ao seu lado assinalando uma interception (consequentemente um touchback). A jogada foi revisada e o TD confirmado, gerando este escândalo e a revolta dos Packers.

Por que o TD foi concedido? Há uma regra na NFL que diz que qualquer disputa aonde seja verificado “posse compartilhada” deve ser concedida a posse ao ataque. Esta foi a justificativa dos árbitros após a revisão por replay.

O mais assombroso é que isso tudo nem deveria ter sido discutido, pois Golden Tate empurrou com os dois braços um dos defensores de Green Bay, Sam Shields, dentro da endzone, enquanto a bola viajava pelo ar – o que deveria ter sido uma interferência de ataque, causando a anulação da jogada antes mesmo da disputa pela bola que eu narrei acima.

No final não foi Green Bay que saiu sozinho com a derrota. Toda a NFL sentiu o golpe. Um golpe na sua credibilidade, tão arduamente conquistada e aplaudida em todo o mundo. Quem nunca ouviu a velha pergunta: “por que não usamos replay no futebol pra ver impedimentos, se a bola entrou no gol ou se foi penalty mesmo?” Agora, de que adianta ter o replay e o juiz não saber interpretar o que viu?

Acho que essa é a maior lição que podemos tirar de tudo isso. Somente através da profissionalização da arbitragem é que podemos sentir a segurnça de ter a menor margem possível de possibilidade de erros em qualquer esporte.  Que a NFL perceba a falta que o árbitros titulares fazem e proponham um acordo de trabalho razoável e que os árbitros também entendam o quanto estão maltratando os fãs do esporte e encerrem este lockout!

Um abraço

Autor do post:
Guilherme Mayer

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Vinicius Mayer

    Perfeito!!
    Hoje a NFL fechou com os árbitros ‘principais’, que voltarão à ativa já hoje mesmo, no jogo entre Brown e Ravens…
    Tirando a parte da arbitragem, eu torcia contra os Packers! hahaha