300 vezes Roger Federer

Roger Federer número 1 do mundo por 300 semanas

Roger Federer número 1 do mundo por 300 semanas

E na próxima segunda-feira (dia 15/10/2012), oficialmente, Roger Federer estará pela 300ª semana no topo da lista do ranking da ATP. Não que seja o recorde, já que o recorde foi batido há alguns meses atrás quando Roger venceu Novak Djokovic na semifinal no torneio de Wimbledon deste ano e voltou ao posto de número um do mundo, completando na semana seguinte 287 semanas e destronando Pete Sampras que detinha o recorde anterior com 286 semanas no topo do ranking.

Tal feito, a meu ver, não é só um número redondo, que fica bonito na hora de falar sobre o assunto, mas vem para intensificar a hegemonia criada pelo tenista suíço e colocar ele de uma vez por todas como o maior jogador de todos os tempos do tênis.

Muita gente por aí ainda questiona isso não devido aos números dele, que são incomparáveis, mas sim devido ao grande número de derrotas para o seu eterno rival Rafael Nadal. Eu não acho que isso tira tal mérito de Roger, pois Nadal não é melhor que ele, só tem um jogo que encaixa com o dele e tem o tal do forehand com um top spin (muito)  alto no backhand dele que incomoda muito. Simples assim.

Roger Federer conquistou na sua carreira um total de 76 títulos, sendo estes 17 Grand Slams e um ouro olímpico em duplas, feito único na história do tênis. Roger tem também o recorde absoluto de títulos em Wimbledon, considerado o maior torneio do mundo, com sete títulos, sendo cinco destes seguidos. E agora, com as 300 semanas como número um do mundo, abrindo vantagem sobre as 286 semanas de Pete Sampras. E vem mais por aí, já que o suíço pretende jogar por pelo menos mais dois anos e esta em excelente forma física e sem sofrer com as contusões que vem assolando seus principais rivais no
decorrer da temporada.

Porém, ainda falta um recorde a ser batido, que podemos ver ainda esta semana na China, no Masters 1000 de Shangai. Se não for esta semana, não demorará muito para acontecer, que é o de vencer 77 torneios de simples e igualar o feito do tenista norte americano John McEnroe.

Eu não tenho dúvidas de que Roger é o melhor da história e só tenho a agradecer por ser de uma geração que pode acompanhar a carreira deste verdadeiro gênio das quadras de tênis, que joga tênis como se estivesse desfilando ou dançando um balé, e às vezes acabando com seus adversários sem praticamente derramar uma gota de suor.

E deixo uma pergunta no ar. Até onde vai essa máquina chamada Roger Federer?

Autor do post:
Edu Marzotto

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário

  • Leandro D'Eva

    Falar do Federer é facil até porque alem de craque é diciplinado, torço para que quebre mais recordes, especialmente o numero de vitorias, esta longe ai quem sabe ele se motiva para jogar uns 5 anos….. bela materia DUDU #FEDERERFOREVER