Andy Murray, bem vindo ao time dos grandes!

Andy Murray, campeão do Us Open 2012

Andy Murray, campeão do Us Open 2012

Finalmente chegou o dia. Depois de alguns anos e alguns torneios de Grand Slam na sombra de Djokovic, Nadal e Federer, Andy Murray saiu do “anonimato” e faturou o seu primeiro título em um dos quatro principais torneios do mundo.

Em sua quinta final de Grand Slam, o britânico de 25 anos finalmente conseguiu o tão sonhado caneco. Não foi em Wimbledon como os britânicos queriam, mas foi uma grande conquista, e quem sabe agora sem esse peso de nunca ter conquistado um torneio de Grand Slam, ele possa entrar mais leve e conquistar o tão sonhado título de Wimbledon em 2013. Não duvido mais disso.

E foi um baita de um jogo, digno de final de Us Open. Os dois jogaram demais, demais mesmo. Murray defendendo bolas impossíveis, Nole angulando bolas mais impossíveis ainda. Tivemos um rally com 54 trocas de bola entre eles. E foi nesse ritmo o jogo inteiro.

Andy Murray começou o jogo impondo o seu ritmo e viu um Djokovic meio sem confiança e cometendo muitos erros principalmente com seu forehand. Com isso Andy fechou o primeiro set em 7/6, porém o placar não foi muito bem o que foi o set.

O segundo set começou mais ou menos no mesmo ritmo e quando Murray tinha tudo para vencer até com certa facilidade, viu Djokovic crescer e buscar o empate no set depois de estar atrás em 5/2. Porém a reação parou por aí e Murray venceu os dois games seguintes e acabou fechando o segundo set em 7/5 e abrindo uma vantagem de dois sets na frente.

Porém aquela reação de Novak no final do segundo set não foi a toa. Ele voltou com tudo no terceiro set e recuperou a confiança em seu forehand e passou a ditar o ritmo da partida vencendo os dois sets seguintes, respectivamente por 6/2 e 6/3. Após 4 horas de partida teríamos um quinto set.

E o quinto e decisivo set começou num ritmo extraordinário, com os dois jogadores fazendo jogadas plásticas uma atrás da outra, porém na decisão dos games Murray levou a vantagem e com duas quebras abriu 3 a 0 na frente.

E quando o placar estava em 4/2 para Murray, Djokovic começou a sentir câimbras, isso com 4 horas e 45 minutos de jogo. E Murray, que não é bobo nem nada começou a colocar as bolas na quadra e esperar o erro do sérvio.

E não deu outra! Andy sacando em 5/2 não deu chances para Djokovic e depois de 76 anos, isso mesmo, 76 anos, um britânico voltou a vencer um torneio de Grand Slam. Andy fechou o jogo em 6/2 depois de praticamente cinco horas de partida.

Parabém Andy Murray, hoje, dia 10 de setembro de 2012 você colocou o seu nome entre os grandes da história do tênis. Acredito que ele não para por aí. Outros títulos de Grand Slam virão por aí deste talentosíssimo tenista britânico.

Autor do post:
Edu Marzotto

Deixe seu comentário

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)
Notificar por e-mail

1 Comentário